EPIDEMIA DENGUE

Saúde confirma 1387 casos e uma morte por dengue

Saúde confirma 1387 casos e uma morte por dengue

Dengue é sorotipo 2, de maior gravidade

Dengue é sorotipo 2, de maior gravidade

Publicada há 2 meses

A população de Fernandópolis precisa intensificar os cuidados para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. O município sofre com o aumento de casos da doença, que só podem diminuir com uma ação conjunta envolvendo população e administração pública. 

De acordo com levantamento da Vigilância em Saúde de Fernandópolis, em 2019 já foram notificados 1.387 possíveis casos da doença no município, com 621 confirmações, 22 descartes, 744 pendentes e uma morte.

É importante destacar que está em circulação no município o sorotipo 2 da dengue, que é de gravidade maior. No ano passado apenas o sorotipo 1 trafegava por Fernandópolis. A melhor forma de prevenção, portanto, independentemente do sorotipo, é evitar a proliferação do mosquito. 

Além das ações realizadas pela Prefeitura, com a visita dos agentes de vetores nas residências e estabelecimentos comerciais e pulverização com auxílio da Sucen, a população também precisa fazer a sua parte, eliminando os criadouros do mosquito causador da doença, que são os utensílios com água parada.


últimas