EDUCAÇÃO

Universidade Brasil realiza audiência pública em Fernandópolis

Universidade Brasil realiza audiência pública em Fernandópolis

O conselho universitário se reuniu com a presença de autoridades, membros da sociedade e representantes do corpo acadêmico e discente

O conselho universitário se reuniu com a presença de autoridades, membros da sociedade e representantes do corpo acadêmico e discente

Publicada há 1 semana

Nesta quinta-feira, 14 de março, a Universidade Brasil realizou uma audiência pública em Fernandópolis. O evento contou com uma reunião do conselho universitário, que, pela primeira vez, se reuniu fora de São Paulo. Promovida no Teatro Municipal, a audiência contou com grande público, formado por autoridades, inclusive com as presenças de vereadores, do prefeito André Pessuto e do deputado federal Fausto Pinato, de membros da sociedade, como representantes de entidades e empresários, e do corpo acadêmico e representantes dos discentes dos diversos cursos oferecidos no Campus Fernandópolis.

O conselho, que formou a mesa diretora do evento, contou as presenças do magnífico reitor Prof. Dr. José Fernando Pinto da Costa, do pró-reitor Dr. Ericson Dias Mello, do diretor do campus, Prof. Dr. Amauri Piratininga, do diretor financeiro da universidade, Dr. Rodrigo Fernandes Gonçalves, do diretor de relações institucionais, Dr. Mauro Villanova, da diretora de graduação, Profª. Drª. Juliana da Costa e Silva, do assessor jurídico do grupo, Dr. João Pedro Palhano Melke, e do coordenador do curso de Medicina, Prof. Dr. Ademir Barianni Rodero.

Entre as diversas pautas tratadas ao longo da tarde, foram abordados aspectos institucionais, acadêmicos, sociais e de integração com a sociedade local, onde a universidade está inserida há mais de 20 anos. 

Logo na abertura, o diretor Amauri Piratininga explanou sobre a história da instituição em Fernandópolis e sobre os recentes convênios firmados entre instituições de ensino superior nos Estados Unidos e na China, pelos quais alunos e professores poderão fazer intercâmbios e trocas de conhecimentos e tecnologias.

Depois, os membros do conselho falaram sobre diversos assuntos relacionados a nova gestão da universidade, que assumiu em 2016. Os destaques ficaram por conta do saneamento financeiro da instituição, mostrado, em detalhes, através da uma prestação de contas clara e objetiva, e dos grandes investimentos que vem sendo feitos nesses últimos três anos no Campus Fernandópolis, como a construção da nova clínica odontológica, uma das maiores e mais modernas do país, de novos laboratórios de especialidades e da modernização de outros já existentes.

Outro destaque que chamou a atenção do público presente foi a apresentação dos projetos futuros da Universidade Brasil, como a ampliação do campus Fernandópolis, com a construção de novas salas de aula, de um novo centro administrativo, de um moderno centro esportivo e o aumento do estacionamento. Para isso, uma área anexa à atual já foi adquirida, onde as obras devem ser iniciadas já no próximo mês de maio.

Ao final, pessoas da plateia manifestaram a importância da universidade não só para Fernandópolis mas para o país, destacando o recente projeto para a formação de indígenas do Xingu em áreas de saúde, os quais já estão cursando Medicina, Odontologia e Medicina Veterinária em Fernandópolis. Perguntas feitas pelos presentes também foram respondidas pelo conselho, inclusive as de alunos presentes, que participaram ativamente do evento.

O reitor Fernando Costa também deu ênfase ao trabalho social que a instituição vem fazendo na comunidade local e também no âmbito da Educação no Brasil, possibilitando o acesso ao ensino superior a pessoas com dificuldades de cursar uma faculdade. “Eu, como brasileiro e gestor na área educacional, tenho a obrigação de fazer tudo o que me é possível para oferecer a melhor educação para todos, pois é só com a educação que teremos um país melhor”, ressaltou. Ele ainda salientou a recente ampliação do número de vagas no curso de Medicina, que hoje é de 205, e adiantou que, com a autorização do Conselho Nacional de Educação, a Universidade Brasil deve ter, em breve, essa quantidade aumentada para mais de 500, o que deve impactar, de forma muito positiva, na economia de Fernandópolis.

últimas