PREÇOS MÉDIOS

Demanda chinesa melhora preço da soja no Brasil

Demanda chinesa melhora preço da soja no Brasil

Por causa da redução de plantel de suínos, que terá que ser reposto devido à peste suína

Por causa da redução de plantel de suínos, que terá que ser reposto devido à peste suína

Publicada há 5 meses


Por: AGROLINK -Leonardo Gottems 

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a quinta-feira (21.03) com preços médios da soja negociada subindo 1,93% sobre rodas nos portos do Sul do Brasil, para R$78,50/sc, ou seus equivalentes no interior do país. No interior o aumento foi de 0,19% para R$ 72,49, segundo a mesma pesquisa, puxados pelas vendas de exportação de farelo.

De acordo com Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, houve influência altista dos aumentos de 0,9% do Dólar no Brasil e de 0,44% da soja na Bolsa de Chicago. “Hoje foram negociados 750 mil toneladas de farelo de soja no Brasil e 250 mil toneladas de farelo de soja na Argentina, seguindo as perspectivas de boa demanda chinesa, diante da redução de plantel de suínos, que terá que ser reposto devido à peste suína”, complementa.

“Os produtores brasileiros de carne suína também esperam aumentar as suas exportações para a China pelo mesmo motivo. Isto deverá fazer aumentar a demanda interna de farelo de soja e do próprio grão, sendo mais um motivo que deve dar suporte ao fortalecimento dos preços da soja no segundo semestre desse ano no Brasil”, projeta o especialista.

últimas