ECONOMIA

Em vias de privatização, aeroporto de Rio Preto deixa de operar 24h00

Em vias de privatização, aeroporto de Rio Preto deixa de operar 24h00

Daesp confirmou que voos serão limitados ao período das 06h00 às 00h00

Daesp confirmou que voos serão limitados ao período das 06h00 às 00h00

Publicada há 5 meses

O aeroporto de São José do Rio Preto, o principal da região noroeste paulista e o primeiro colocado no ranking dos mais movimentados do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo-Daesp, deixará de receber voos das 00h00 às 06h00. A medida entra em vigor a partir do dia 1º de maio e foi determinada pelo departamento, alegando adequação aos horários de pousos e decolagens de outros aeroportos com vistas ao processo de privatização, anunciado pelo governador João Doria em janeiro deste ano. O processo de concessão irá atingir todas unidades administradas pelo departamento.

"O novo horário adotado segue o já praticado pelo aeroporto de Congonhas, em São Paulo’, afirmou o Daesp em Nota Oficial. Porém Congonhas só não opera 24 horas devido a uma liminar que proíbe pousos e decolagens entre 23h e 6h, devido ao intenso movimento e ruídos provocados pelos aviões que causam transtornos aos moradores que moram próximos ao local.

OUTROS AEROPORTOS

A medida de restrição de horários também será válida para os aeroportos de Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Marília, Bauru, Araçatuba, Avaré, São Manoel, Registro, Andradina, Presidente Epitácio, Assis, Dracena, Tupã, Araraquara, Franca, São Carlos, Sorocaba, Penápolis e Votuporanga.  

Segundo o Daesp, a medida é temporária e de caráter suspensivo até a implementação de alternativas em andamento que visam à desestatização dos aeroportos. 

últimas