EXEMPLO

Voluntária abre a casa para acomodar crianças com câncer

Voluntária abre a casa para acomodar crianças com câncer

Casa é um abrigo para crianças de outras regiões que vêm para cá em busca de tratamento

Casa é um abrigo para crianças de outras regiões que vêm para cá em busca de tratamento

Publicada há 6 meses

Uma moradora de Bálsamo transformou a casa dela em um abrigo para receber familiares de crianças diagnosticadas com câncer de todo o país e que precisam se deslocar ao noroeste paulista para fazer o tratamento da doença. 

Há quatro anos, Letícia Fiorentino criou a ONG “Anjos sem Asas”, que também oferece alimento e auxílio a qualquer outra família necessitada.

O pequeno Kauan veio do Ceará para Bálsamo em busca do tratamento. Foto: Reprodução/TV TEM

Esse é o caso do pequeno Kauan, de 2 anos (foto). Ele foi diagnosticado com câncer e a família dele, de Fortaleza (CE), soube da ONG pela internet. Durante o tratamento, eles passaram pela casa da Letícia por pelo menos nove vezes, conta Rosângela Siqueira Leal, mãe do Kauan. “A gente veio sem conhecer a Letícia, mas criamos um carinho, um amor muito grande e não queremos largar ela nunca mais”, conta Rosângela.

A ONG, na cidade paulista com quase 9 mil habitantes, também é mantida com doações. Segundo Letícia, ela ajuda todas as família que precise de qualquer item.

“Pagamos aluguel de famílias, energia, cestas básicas, compramos frutas, verduras. Tudo o que precisarem, a gente ajuda”, diz Letícia. São centenas de pessoas beneficiadas pela ONG, que atua com o coração, emoção e transforma vidas, afirmou.

Fonte: www.g1.globo.com

últimas