SAÚDE

Campanha contra gripe tem meta de vacinar 58 milhões de pessoas

Campanha contra gripe tem meta de vacinar 58 milhões de pessoas

A vacinação protege a população com maior risco de ficar doente.

A vacinação protege a população com maior risco de ficar doente.

Publicada há 2 meses


Começou, nessa quarta-feira, dez de maio, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em todo o país. A meta do Ministério da Saúde é vacinar mais de 58 milhões de pessoas até o dia 31 de maio. Até o dia 18 de abril, a prioridade são gestantes e crianças menores de cinco anos e onze meses. A vacinação protege a população com maior risco de ficar doente ou de ter as consequências mais graves que pode, inclusive, levar à morte. No lançamento oficial da campanha, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta falou da responsabilidade de todos para aumentar as coberturas vacinais no país, principalmente a das crianças.

“As crianças têm direito de serem vacinadas. Ela não consegue sozinha aos dois anos, aos três anos, aos quatro anos, aos cinco anos a uma Unidade de Saúde. É responsabilidade dos pais ou responsáveis. Quem são os responsáveis? São todos: os conselhos tutelares, os vizinhos, as tia, as madrinhas, os que querem bem uma criança, professores, agentes de estudo, ajudem, pois a infância é um período fundamental da vida da gente”.

A partir do dia 22 de abril, a vacina contra a gripe estará disponível nos postos de vacinação para todo público-alvo da campanha: pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas com doenças crônicas ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores da rede pública ou privada.

últimas