JALES

Empresário da Max Modas deve acionar Presidente da ACIJ Judicialmente

Empresário da Max Modas deve acionar Presidente da ACIJ Judicialmente

Para Empresário, não havia necessidade de chegar a este ponto, a Max Modas está estabelecida a mais de dez anos em Jales.

Para Empresário, não havia necessidade de chegar a este ponto, a Max Modas está estabelecida a mais de dez anos em Jales.

Publicada há 1 semana


A Montevel Indústria e Comercial de Roupas Ltda (Max Modas) deve acionar Judicialmente o Presidente da ACIJ, Leandro Rocca.

Um dos Sócios Proprietários da Max Modas, conta que  na última terça-feira o Presidente da ACIJ teria ligado e ordenado que NÃO fosse realizado a Liquidação de Fábrica em Jales, e que o Empresário não tinha autorização da Associação Comercial de Jales.

Mesmo após obter Alvará da Prefeitura de Jales, o Presidente da ACIJ, Leandro Rocca fez várias denúncias na Secretaria da Fazenda, onde Fiscais compareceram no local, e segundo o Empresário, nenhuma irregularidade alegada pelo Presidente da ACIJ, foi constatada, ainda segundo o Empresário, outros Fiscais de São José do Rio Preto estão sendo aguardados.

O Presidente da ACIJ teria enviado uma funcionária para fazer compras no local e no momento houve uma pane na internet e não foi possível destacar Nota Fiscal, mesmo sem saber que era Funcionária da ACIJ, a Nota Fiscal foi destaca e enviada via whatsapp para a funcionária, o Empresário da Max Modas, exibiu a nossa reportagem, várias Notas Fiscais, inclusive de transferência de Mercadorias, e afirmou ainda que o Presidente da ACIJ, usa o Termo "Feirão" de forma leviana, quando na verdade é Liquidação de Fábrica.

Diante das várias declarações e alegações do Presidente da ACIJ, Leandro Rocca, e da imputação de crime por Concorrência Desleal, a Max Modas se viu atingida moralmente, e contratou o Advogado Aislan de Queiroga Trigo que deve assumir e tomar todas as providências Judiciais necessárias.

Para o Empresário, não havia necessidade de chegar a este ponto, a Max Modas está estabelecida a mais de dez anos em Jales, e o Presidente da ACIJ nunca fez uma visita ao estabelecimento, agora depois de toda esta repercussão, só nos resta buscar na Justiça toda reparação pelos danos causados a Imagem da Empresa Max Modas, disse o Empresário.

Fonte: www.avozdascidades.com.br

últimas