SEM DIREITO

Justiça Eleitoral cancela 1.181 títulos no município

Justiça Eleitoral cancela 1.181 títulos no município

Eleitor deve pagar multa de R$ 3,51 por ausência em cada eleição

Eleitor deve pagar multa de R$ 3,51 por ausência em cada eleição

Publicada há 2 semanas


Por Breno Guarnieri

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) cancelou 1.181 títulos eleitorais em Fernandópolis. Os documentos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e não justificaram as ausências nas três últimas eleições.

Segundo a Justiça Eleitoral, para regularizar o título, basta comparecer ao Cartório Eleitoral com um documento de identificação pessoal e um comprovante de endereço recente. O eleitor deve pagar uma multa de R$ 3,51 por ausência em cada eleição.

Caso a situação não for regularizada, o eleitor não poderá votar nas eleições municipais de outubro de 2020. Ele também fica impedido de obter documentos, participar de concursos, inscrever-se em instituições públicas de ensino e fazer financiamentos em bancos públicos. O documento deve ser renovado até 150 dias antes das eleições. O título cancelado desaparecerá do sistema em até 5 anos.

Prazo

O edital, no qual constavam os nomes das pessoas faltosas em pleitos, que estavam na iminência de ter o documento eleitoral cancelado, encontrava-se no Cartório Eleitoral, situado à Avenida Expedicionários Brasileiros, nº 638, Jardim América, do dia 7 de março ao dia 6 de maio.

REGIÃO

Na região, a Justiça Eleitoral cancelou 630 títulos eleitorais dos 38.021 cadastrados em Jales; 1.575 em Votuporanga e 417 em Santa Fé do Sul. 

últimas