PREVENÇÃO

Unidades de Saúde realizam campanha de imunização contra Febre Amarela e Sarampo

Unidades de Saúde realizam campanha de imunização contra Febre Amarela e Sarampo

Ação acontecerá no próximo sábado, dia 29

Ação acontecerá no próximo sábado, dia 29

Publicada há 3 meses


SECOM

Em decorrência dos casos de sarampo registrados em cidades do estado de São Paulo, a Prefeitura de Fernandópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizada no próximo sábado, 29, uma campanha de imunização contra a Febre Amarela e Sarampo.

A ação terá início às 08h com término previsto para as 17h nas Unidades de Saúde do Jardim Planalto, Rio Grande, Cohab Antônio Brandini, Jardim Santa Bárbara, Brasitânia. Deverão ser vacinadas todas as pessoas que não estejam em dia com o calendário vacinal e façam parte do público alvo. 

No Jardim CECAP e Araguaia todos os moradores, independente da faixa etária devem ser vacinados, comparecendo na unidade de Saúde do CECAP. 

PREVENÇÃO

A campanha de vacinação é a uma importante forma de prevenção e toda população deve estar atenta à caderneta de vacinação. Em Fernandópolis, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, foram notificados até o momento 20 pessoas suspeitas de sarampo, destes 04 casos foram confirmados e os demais aguardam resultado.    
 O setor de imunização da Vigilância Epidemiológica do município  está realizando ações de bloqueio e vacinação em todas as pessoas que tiveram contato com os casos confirmados de sarampo.

SOBRE AS VACINAS

A vacina tríplice viral está prevista no Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, aos 12 meses de idade e oferece imunização contra sarampo, rubéola e caxumba. Além disso, um reforço é necessário com a vacina tetraviral, que também inclui varicela, administrada aos 15 meses. Pessoas com idade entre 15 e 29 anos estão no grupo prioritário por estarem na faixa etária considerada mais vulnerável à infecção. Acima de 60 anos, quem tem comorbidades devem ser avaliados. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo, a vacina de prevenção ao sarampo é contraindicada para gestantes e imunodeprimidos, como pessoas submetidas a tratamento de leucemia e pacientes oncológicos.

A campanha de vacinação contra a febre amarela tem por objetivo aumentar a cobertura vacinal do Estado, atualmente de 71,6%. A imunização é recomendada devido à circulação do vírus silvestre.

últimas