MENOS PAPEL

Município quer reduzir uso de papel entre órgãos da Administração

Município quer reduzir uso de papel entre órgãos da Administração

Prefeitura informou através de nota que vai seguir o programa em todas as secretarias

Prefeitura informou através de nota que vai seguir o programa em todas as secretarias

Publicada há 1 semana

Da Redação 

Após anúncio da Prodesp, empresa de tecnologia da informação do governo do Estado, sobre a implantação do programa SP Sem Papel, a Prefeitura de Rio Preto informou através de nota que vai seguir o programa em todas as secretarias.

Segundo a Secretaria de Comunicação do município, a Prefeitura implantará em todas as Secretarias, Empresas Públicas e Autarquias a A3P (Agenda Ambiental da Administração Pública).

A A3P é um programa do Ministério do Meio Ambiente que objetiva estimular os órgãos públicos do país a implementarem práticas de sustentabilidade. A adoção da Agenda demonstra a preocupação do órgão em obter eficiência na atividade pública enquanto promove a preservação do meio ambiente, diminuindo a exploração dos recursos naturais.

Ao seguir as diretrizes estabelecidas pela A3P, o órgão público protege a natureza e, em consequência, consegue reduzir seus gastos. Neste sentido a redução do uso de papel faz parte desta agenda, como redução de copos plásticos, diminuição na geração de resíduos, economia de água e energia.

A nota ressalta ainda que as ações da A3P têm ligação direta com o ODS 12, cujo objetivo é assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

A iniciativa SP Sem Papel busca reduzir ou eliminar gradualmente o trâmite do material entre os órgãos da administração estadual e na relação do governo com os municípios e o cidadão.

A implantação começa pelas secretarias de governo, Casa Civil, Fazenda e Planejamento, Educação, Saúde e Desenvolvimento Regional, além da Prodesp. Posteriormente, ainda em 2019, será estendida para todas as demais pastas. Até o fim deste ano, todos os processos, de toda a administração direta, serão digitais. Em 2020, serão digitalizados os processos da administração indireta.

Com a instituição do processo digital, a administração ganha em eficiência e sustentabilidade, reduzindo gastos com papel, impressão, transporte e correios. O acesso via internet permite a produção e encaminhamento dos documentos para outras áreas ou órgãos a qualquer hora e de forma imediata.

últimas