MATO GROSSO

Homem mata filha de 7 meses no dia dos pais e é escoltado pela polícia para não ser agredido

Homem mata filha de 7 meses no dia dos pais e é escoltado pela polícia para não ser agredido

Diogo Morais Justino, de 23 anos, tentou suicídio depois de cometer o crime, mas foi socorrido e levado para uma unidade hospitalar. Ele foi preso em flagrante.

Diogo Morais Justino, de 23 anos, tentou suicídio depois de cometer o crime, mas foi socorrido e levado para uma unidade hospitalar. Ele foi preso em flagrante.

Publicada há 3 meses


Um jovem de 23 anos matou a filha de 7 meses em Sapezal/MT, no Dia dos Pais, comemorado no domingo, 11, depois de passar o final de semana com ela e precisou ser escoltado pela polícia para não ser agredido.

Segundo a Polícia Militar, Diogo Morais Justino tentou suicídio depois de cometer o crime e levado para uma unidade hospitalar. Depois de receber atendimento, ele foi levado para uma delegacia e preso em flagrante. 

De acordo com a polícia, os pais da criança são separados e a mãe havia autorizado que a menina passasse o fim de semana com o pai. 

Nesse período, o homem teria ligado para a ex-mulher e dito que ‘resolveria’ o problema. A suspeita é que ele não aceitava o fim do relacionamento. 

A Polícia Militar encontrou a criança morta sobre o peito do pai. Uma chave de fenda estava ao lado dos dois. Os investigadores também encontraram duas facas molhadas e uma esponja suja de sangue. 

O pai, segundo a polícia, tem histórico de problemas psiquiátricos, o que pode ter sido uma das motivações do crime. 

FONTE: Informações | G1/MT

últimas