UM ‘GRITO’

Mãe de jovem autista pede 'socorro' nas redes sociais

Mãe de jovem autista pede 'socorro' nas redes sociais

A mulher, que não está bem de saúde, salientou para a reportagem que mora somente com o filho e que recebe um salário mínimo.

A mulher, que não está bem de saúde, salientou para a reportagem que mora somente com o filho e que recebe um salário mínimo.

Publicada há 3 meses

Geladeira da casa de Cristina está vazia há dias 

Por Brenda Cardoso

Na tarde de ontem, 13, a reportagem de O Extra.net recebeu a informação de que a mãe de um jovem autista está passando por diversas dificuldades. 

Dona Cristina, 41 anos, mora na rua Manoel Rodrigues da Silva, n° 94, no bairro Ubirajara, zona norte de Fernandópolis. A mulher salientou à reportagem que mora somente ela e o filho, recebe somente um salário mínimo e não está bem de saúde.

"Eu tenho que pagar aluguel, água, luz, comprar as coisas de casa, e esse mês passamos muito apertado, não tenho o que dar de comer para o meu filho, eu não posso trabalhar não estou bem de saúde e tenho que ficar cuidando do meu filho, que tem autismo", destaca Cristina. 

A mulher está precisando de verduras, legumes, arroz, feijão, leite, e uma mesa com duas cadeiras, pois eles não têm onde sentar para comer, além do sofá que fica na sala. 

"Talvez as pessoas não acreditam quando alguém posta alguma coisa na internet pedindo ajuda, mas quem quiser vir aqui em casa as portas estão abertas, e toda ajuda será bem-vinda", finaliza Cristina.

As pessoas que quiserem ajudar podem entrar em contato com Maressa (vizinha) pelo telefone (17) 99671-4769.

últimas