SEGUNDO DEFESA

Vereador nega ameaça de morte à esposa e alega apenas desentendimento familiar

Vereador nega ameaça de morte à esposa e alega apenas desentendimento familiar

Ele foi preso em flagrante e a faca e a barra de ferro usadas para ameaçar a vítima foram apreendidas.

Ele foi preso em flagrante e a faca e a barra de ferro usadas para ameaçar a vítima foram apreendidas.

Publicada há 1 mês

 Na noite de ontem, 18, o vereador Jerry Gustavo de Souza Lemes (SD), foi preso em flagrante em Pontes Gestal, acusado de agredir e ameaçar a mulher de morte com uma faca e uma barra de ferro, emitiu uma nota a respeito do ocorrido. Confira na integra:

NOTA DE DEFESA 

JERRY GUSTAVO DE SOUZA LEMES

A defesa deixa claro que todo fato possui três versões, a versão da vítima, a versão do acusado e a verdade do que de fato ocorreu! Em momento algum o vereador acusado confessa o crime como equivocadamente alegado por alguns veículos de comunicação! O vereador permaneceu em silencio frente ao delegado. Confessa apenas que houve um desentendimento familiar posto que sua esposa estava agredindo verbalmente seu filho, e em defesa do filho empurrou a esposa sem qualquer lesão física, conforme provado no laudo do IML não ter havido lesão física, muito menos sem qualquer ameaça! Em 04 anos de união sempre conviveu bem com sua esposa e está a disposição da Justiça e da sociedade para dar qualquer satisfação ou esclarecimentos!

O CASO 

No último domingo, 18, o vereador Jerry Gustavo de Souza Lemes, foi preso suspeito de agredir a esposa com tapas no rosto.

Segundo a polícia, Jerry Gustavo de Souza Lemes (SD) chegou bêbado na casa onde os dois moram juntos e começou a agredir a mulher de 22 anos com tapas no rosto. Ainda segundo a polícia, o homem ameaçou a vítima de morte com uma faca e uma barra de ferro.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegaram no local, Jerry confessou o crime. Ele foi preso em flagrante e a faca e a barra de ferro usadas para ameaçar a vítima foram apreendidas.

*Com informações G1 

últimas