SUSTO

Peça invertida provocou acidente de avião envolvendo Huck e Angélica

Peça invertida provocou acidente de avião envolvendo Huck e Angélica

Acidente aconteceu em maio de 2015.

Acidente aconteceu em maio de 2015.

Publicada há 2 semanas

O avião que levava Luciano Huck e Angélica teve o capacitor instalado de forma invertida, aponta a investigação. Com isso, o motor apresentou pane durante o voo e obrigou o piloto a fazer uma aterrissagem forçada no Mato Grosso do Sul, em maio de 2015. Além do casal, a aeronave transportava um copiloto, os filhos dos apresentadores, Joaquim, Benício e Eva, e babás. A informação é do portal G1. A peça é fundamental para o bom funcionamento do avião, que não deveria ter levantado voo, por conta de sua instalação de forma errada. Recentemente, Huck recordou que um dos filhos chegou a questionar a segurança da aeronave.

Responsável por pilotar a aeronave, o piloto Osmar Frattini deve prestar novo depoimento à Polícia Civil. Um modelo semelhante ao envolvido no acidente deve ser usada para uma reprodução simulada para se saber exatamente o que provocou a pane. Na aterrissagem, Huck fraturou a vértebra e Angélica teve lesão abdominal e por conta do trauma, a família precisou passar por sessões de terapia. "Temos uma peça, que é o capacitador de combustível, que foi instalado de forma errônea, o que já caracteriza falha de manutenção e com isso já temos o nexo causal", explicou Ana Claudia Medina, delegada à frente do caso. "A mesma oficina onde foi feita a manutenção, inclusive, já trabalhava com peças usadas. E, na ocasião, o trabalho foi feito pelo mecânico e ainda passou pelo inspetor, que revistou tudo e assinou embaixo", acrescentou.

últimas