JALES

Falta de cuidadoras impede alunos com deficiência de irem à escola

Falta de cuidadoras impede alunos com deficiência de irem à escola

Problema é provocado pela falta de pagamento das profissionais responsáveis por cuidar dos estudantes

Problema é provocado pela falta de pagamento das profissionais responsáveis por cuidar dos estudantes

Publicada há 2 semanas

Falta de cuidadoras impede alunos com deficiência de irem às aulas em Jales (Foto/reprodução TV TEM)


Da Redação

A falta de cuidadoras está impedindo alunos portadores de deficiência de frequentarem aulas em escolas estaduais de Jales.

Segundo informações, o problema é provocado pela falta de pagamento das profissionais responsáveis por cuidar dos estudantes.

A coordenadora das cuidadoras confirmou a informação e afirmou que 19 mulheres, que trabalham em 13 cidades da região de Jales, estão sem receber salário. O valor não está sendo repassado pela empresa que é contratada pelo Estado de São Paulo.

A dona de casa Sandra Failli Mendes conta que o filho não vai à escola há três semanas. Como o adolescente, de 13 anos, precisa de cuidados e não pode ficar sozinho, ela não está conseguindo trabalhar.

“Isso o prejudica porque ele gosta de ir para a escola. No período que ele vai, eu consigo fazer bicos para sustentar a casa. Somos somente eu e ele. Por isso, estou ficando com ele em período integral”, afirma Sandra.

De acordo com a empresária Viviane Barros Grotto, a mesma situação ocorre com o filho, de 13 anos. A diferença é que ela consegue acompanhar o menino na escola quando a cuidadora não vai trabalhar.

“Nós ficamos frustrados. É um descaso muito grande não só conosco, mas com nossos filhos. Existem mães que não estão mandando as crianças porque não têm como levar e acompanhar”, diz Viviane.

A cuidadora Maira Buzo alega que deixou de trabalhar, pois não recebia o pagamento há dois meses. Atualmente, ela está desempregada e ainda espera o acerto relativo ao período que exerceu a profissão.

“Eu recebi somente a primeira semana do primeiro mês que trabalhei. A mãe do menino que eu acompanhava chegou a me fazer uma proposta, mas acho injusto ela pagar por algo que o estado deve oferecer”, afirma a cuidadora.

A Diretoria Regional de Ensino de Jales informou que já notificou a empresa responsável pelas cuidadoras e que pode rescindir o contrato com ela. Além disso, também afirmou que já abriu processo para contratar novos profissionais.

A reportagem entrou em contato com a empresa por e-mail e telefone, mas não obteve resposta.


Falta de cuidadoras impede alunos com deficiência de irem à escola em Jales  — Foto: Reprodução/TV TEM

Falta de cuidadoras impede alunos com deficiência de irem à escola em Jales 

últimas