ESPORTE

Sindicato dos Atletas diz que não está negociando redução de salários

Sindicato dos Atletas diz que não está negociando redução de salários

Muitos clubes e atletas estão preocupados também com o lado financeiro

Muitos clubes e atletas estão preocupados também com o lado financeiro

Publicada há 5 meses

Da Redação 

Com a paralisação do futebol por conta da pandemia do coronavírus, o Covid-19, muitos clubes e atletas estão preocupados também com o lado financeiro. Após circular a possibilidade de reduzir o salários dos atletas, o Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (SAPESP) emitiu uma nota oficial, afirmando que não está negociando nada do tipo. Disse ainda que está à disposição para conversar, embora ache a medida muito precoce pelo fato de ninguém saber a duração da pandemia. 

"O Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo vem a público esclarecer que NÃO participou ou está participando, até o momento, de nenhuma rodada de negociações com o intuito de diminuir salários dos jogadores ou quaisquer outras supressões ou diminuição dos direitos dos membros da categoria. Embora esteja à disposição para negociações, a entidade oficial dos jogadores paulistas entende ser extremamente irresponsável discutir as questões dos clubes que disputarão as competições nacionais, porque estaria alijando dos acordos os atletas de 35 clubes que não disputarão as competições nacionais, sendo que essas atuações se dão em âmbito regional paulista. 

O Sindicato de Atletas São Paulo também alerta a precocidade da medida, já que nenhuma autoridade médica se arrisca a dar o quadro da pandemia por definido. A entidade também esclarece que não integra nenhuma Federação de Sindicatos, portanto, todas as diretrizes para a categoria paulista só podem ser tomadas pelo Sindicato de Atletas SP, que só chegará a quaisquer definições após ouvir a categoria", destaca nota.

Presidente da Sapesp, Rinaldo Martorelli  

últimas