VAGATOMIA

Justiça Federal autoriza volta de Adib Abdouni à reitoria da Universidade Brasil

Justiça Federal autoriza volta de Adib Abdouni à reitoria da Universidade Brasil

Adib havia sido afastado em 13 de fevereiro, por ordem de um juiz federal de Jales

Adib havia sido afastado em 13 de fevereiro, por ordem de um juiz federal de Jales

Publicada há 2 meses

Advogado Adib Abdouni voltará à reitoria da Universidade Brasil

Da Redação

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região reconduziu o advogado Adib Abdouni ao cargo de reitor da Universidade Brasil. A decisão, em caráter liminar, foi tomada em habeas corpus impetrado pelo próprio Abdouni. O desembargador federal Paulo Fontes assina o despacho;

Adib havia sido afastado em 13 de fevereiro, por ordem de um juiz federal de Jales-SP, sob a acusação de que teria ameaçado testemunhas numa “live” no Instagram dirigida a alunos do curso de Medicina do Campus Fernandópolis-SP dessa universidade. 

Em sua defesa, Abdouni alegou que seu afastamento da reitoria foi uma vingança do delegado da PF de Jales, Cristiano Pádua da Silva, contra quem entrou em fins de 2019 com uma representação na Superintendência da PF em São Paulo. Na representação Abdouni apontou, entre outras ilegalidades, que Cristiano Pádua, antes da deflagração da operação que investigou possíveis irregularidades na concessão de financiamentos pelo FIES, foi contratado como professor da Universidade Brasil pela atual ré colaboradora Juliana, para proceder a investigações. 

A decisão também suspende os efeitos das buscas e das apreensões realizadas, vedando a partir desta decisão qualquer análise do material apreendido, que deve ficar acautelado na sede do Juízo "a quo", lacrado, até decisão final no presente habeas corpus. 

últimas