POLÍTICA

Trump nega que coronavírus é culpa da China e Bolsonaro reata diálogo com presidente chinês

Trump nega que coronavírus é culpa da China e Bolsonaro reata diálogo com presidente chinês

Presidente da Frente Brasil-China aplaude iniciativa de reconciliação entre Trump, Bolsonaro e Xi Jinping

Presidente da Frente Brasil-China aplaude iniciativa de reconciliação entre Trump, Bolsonaro e Xi Jinping

Publicada há 5 meses

Bolsonaro, Xi Jinping e Pinato durante viagem da comitiva brasileira à China, em outubro passado. Foto: Divulgação Ass. de Imprensa deputado Pinato

Da Redação

O deputado federal Fausto Pinato, também presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, comemorou na manhã desta terça-feira, 24, o reatamento de diálogos diplomáticos entre o governo brasileiro e o chinês.

A confirmação veio após o embaixador oriental no Brasil, Yang Wanming, afirmar através do Twitter que Bolsonaro e Xi Jinping, o presidente chinês, mantiveram contato telefônico hoje. Yang afirmou no post que "o Presidente da China Sr. Xi Jinping e o Presidente do Brasil Sr. Jair Bolsonaro estão na ligação telefônica para trocar opiniões sobre os importantes temas de interesse comum".


Embaixador chinês Yang Wanming publicou reativação de contatos entre os países, após o contencioso com o deputado Eduardo Bolsonaro


Logo após receber a ratificação da conversa, através da embaixada, Pinato afirmou que vê com bons olhos a volta das conversações entre os presidentes. "A China é nosso maior parceiro comercial e estava sendo vítima de uma campanha difamatória injustificável. Agora esperamos, para o bem comum, que as relações comerciais e diplomáticas voltem ao normal e que ambos países sigam em busca de soluções para os problemas", afirmou Pinato.


TRUMP DEU O PONTA-PÉ

O ato de Bolsonaro ocorreu após o presidente norte-americano ter negado que a propagação da pandemia do coronavírus ser culpa da China. “Eles são pessoas maravilhosas e a propagação do vírus não é culpa deles de forma alguma. Eles estão trabalhando em estreita colaboração conosco para nos livrarmos disso”, disse.


Post do presidente norte-americano exaltando a necessidade de proteger a comunidade ásia-americana da pandemia






últimas