VACINAÇÃO

Fernandópolis terá vacinação contra Gripe em ‘Drive Thru’ para idosos

Fernandópolis terá vacinação contra Gripe em ‘Drive Thru’ para idosos

Imunização também será feita em quatro unidades de Saúde

Imunização também será feita em quatro unidades de Saúde

Publicada há 1 semana

SECOM - Prefeitura de Fernandópolis

A vacinação contra a gripe na rede pública de Fernandópolis teve início no último sábado, 21, quando mais de quatro mil doses foram aplicadas em pessoas acima de 60 anos e profissionais da Saúde. Portanto, as pessoas que fazem parte desse mesmo grupo e ainda não foram imunizadas, poderão receber a vacina nesta quinta-feira, 26.

A novidade é que desta vez a vacinação será feita em sistema de 'drive thru', a partir das 08h, ao lado do mercadão municipal (na cobertura da Feira). Os idosos serão vacinados dentro dos carros, sem precisar descer. A recomendação é que estejam no veículo somente o motorista e a pessoa a ser vacinada.
 A medida vale somente para pessoas acima de 60 anos e foi tomada para evitar aglomerações em função da pandemia do novo coronavírus.

Além do ‘drive thru’, o público alvo dessa etapa poderá receber a dose nas unidades de Saúde:  UBS Pôr do Sol,  USF Paulo Sano, USF Guanabara e USF CECAP. “A vacina contra a gripe não previne a Covid-19, mas é importante para facilitar o diagnóstico do coronavírus, já que os sintomas das duas doenças são semelhantes”, comentou o secretário Municipal de saúde, Ivan Veronessi.

A campanha vai até 22 de maio. A dose trivalente protege contra os vírus H1N1, H3N2 e vírus do tipo B.

AS ETAPAS DA CAMPANHA SÃO:

1ª fase - a partir de 23/03: idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde; (Fernandópolis antecipou e começou a campanha ano sábado, dia 21de março);

2ª fase - a partir de 16/04: professores, profissionais de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e demais condições clínicas especiais;

3ª fase - a partir de 09/05: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas, adolescentes e jovens do sistema socioeducativo, presos, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

últimas