EXEMPLO

Pastelaria doa salgados para plantonistas da UPA de Fernandópolis

Pastelaria doa salgados para plantonistas da UPA de Fernandópolis

No final de semana passado, restaurante Dom Antônio agraciou 15 trabalhadores da UPA e SAMU

No final de semana passado, restaurante Dom Antônio agraciou 15 trabalhadores da UPA e SAMU

Publicada há 1 mês

Imagem com parte dos alimentos recebidos, junto com carta de agradecimento. Foto: UPA Fernandópolis

Da Redação

Mais uma vez os plantonistas, médicos, enfermeiros, socorristas e outros colaboradores da Unidade de Pronto Atendimento-UPA de Fernandópolis e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência-SAMU, receberam doação de alimentos para "aliviar" as difíceis noites de trabalho que estão enfrentado.

Desta vez o agrado veio da Pastelaria e Lanchonete Sê Tu Uma Benção, situada no Jardim Santa Cecília, entre o Jardim Uirapuru e a Vila Ubirajara, que encaminhou diversos pastéis na noite de ontem, 28.

ATO SIMILAR NO ÚLTIMO FINAL DE SEMANA

Marcelo Ferreira é proprietário do restaurante Dom Antônio

O empresário Marcelo Ferreira, proprietário do restaurante Dom Antônio, foi mais um que provou no último final de semana que solidariedade e empatia são fundamentais em momentos de crise.

Perto da meia-noite de sábado, 21, Marcelo resolveu ajudar os profissionais de saúde que estavam de plantão em Fernandópolis. “Eu não sabia como estava a situação deles, então liguei perguntando quantos funcionários tinha na UPA e no SAMU. Sabendo quantos eram, fiz umas comidinhas e levei para eles”, disse o empresário.

Ainda segundo Marcelo, cada unidade tinha 15 funcionários trabalhando. “Eu não conheço e nem conhecia ninguém desses lugares, apenas tive vontade e fiz. Quando recebi as mensagens me agradecendo, me emocionei”.

O empresário também falou sobre a importância de dividir, em um momento complicado como o atual. “Me sinto num momento da vida que acho que o importante é dividir. Esse é o recado que fica durante essa crise. Divida com o próximo, seja solidário”, finalizou Marcelo.

Uma médica que estava de plantão no UPA chegou a relatar que um estabelecimento havia negado atendê-los minutos antes, por causa da pandemia de coronavírus e a exposição dos profissionais de saúde ao vírus.

 


últimas