UNIVERSIDADE

MDB de Fernandópolis recorre a deputados do partido para evitar fechamento do curso de Medicina

MDB de Fernandópolis recorre a deputados do partido para evitar fechamento do curso de Medicina

Ofícios foram encaminhados para os gabinetes dos deputados Baleia Rossi e Itamar Borges

Ofícios foram encaminhados para os gabinetes dos deputados Baleia Rossi e Itamar Borges

Publicada há 1 mês

Gustavo Jesus

A bancada do MDB na Câmara Municipal, composta pelos vereadores Étore Baroni, Mileno Tonissi e Murilo Jacob, está atrás dos deputados do partido para reverter a determinação do Ministério Público de desativar o curso de Medicina da Universidade Brasil.

A ação, coordenada pelo presidente do partido no município, o servidor público Cássio Araújo, tenta, através de ofícios enviados para o deputado federal Baleia Rossi e o estadual Itamar Borges, angariar forças políticas para mudar a decisão do MEC.

“É de fundamental importância e necessidade emergencial a conjugação de esforços visando evitar a concretização de medida extrema e radical sugerida pelo MEC para desativação do curso de Medicina da UniBrasil”, diz parte do ofício.

O documento justifica a possibilidade de reversão da desativação do curso com as medidas tomadas pela universidade após a deflagração da operação Vagatomia. “Ressalte-se que a Universidade Brasil em Fernandópolis, sob nova reitoria e direção geral, por sua vez, vem adotando todas as recomendações judiciais e do próprio MEC para sanar eventuais irregularidades”.

Os ofícios foram encaminhados para os gabinetes dos dois deputados.

Imagem de um dos ofícios que serão entregues aos deputados

últimas