ENTRELINHAS

Clássico do Desespero! Votuporanga lidera, de virada, o placar da Covid-19: em casos e óbitos

Clássico do Desespero! Votuporanga lidera, de virada, o placar da Covid-19: em casos e óbitos

Cidade das Brisas Suaves assume a liderança de casos (409 contra 398) e de óbitos (12 contra 3)

Cidade das Brisas Suaves assume a liderança de casos (409 contra 398) e de óbitos (12 contra 3)

Publicada há 2 semanas

Da Coluna Entrelinhas


Clássico do Desespero! Votuporanga, de virada, está na frente do placar, tanto em casos como em óbitos por Covid-19

Que drama! Como relatamos há doze dias, não é ostentar rivalidade frívola, inútil e aterrorizadora; muito menos promover comparações inadequadas para o terrível momento que vivenciamos, mas é inevitável o comparativo entre os índices pandêmicos de Fernandópolis e Votuporanga, dois dos maiores epicentros microrregionais de contágios, positivados e falecidos. Fernandópolis, com 69,1 mil habitantes, e Votuporanga, com 94,5 mil, têm disputado o topo da liderança regional (excluído, por motivos óbvios e incomparáveis, Rio Preto, com população e índices incomensuravelmente maiores). 

Pois na terça-feira, 09, relembrando os antigos dérbis futebolísticos que tantas saudades provocam nos moradores mais antigos de ambas cidades, as duas atingiram, juntas, 136 casos positivos cada. Na segunda, 15, Fernandópolis abriu vantagem nesse quesito, com 201 casos e Votuporanga ficou com 184. Pois o placar atual registrou uma reviravolta nesta sexta-feira, 26. Votuporanga apontou mais 35 novos casos (seu recorde diário) e atingiu a marca de 409 positivados, enquanto que Fernandópolis teve o acréscimo de 14 confirmações, atingindo 398 confirmações. Desde o início do mês, é a primeira vez que a "Cidade das Brisas Suaves" assume essa dianteira.

Também no número de óbito eles lideram, com infelizes 12 mortes contra 03 na "Cidade das Águas Quentes".

Como ressaltamos naquela oportunidade, quiçá, muito brevemente, a rivalidade volte a se limitar às quatro linhas dos gramados, com fantásticos dérbis proporcionando motivos de alegrias, comemorações e muitas gozações de ambos os lados.


Vice-governador em Rio Preto: inauguração e – muitas - articulaçõesRodrigo Garcia-DEM (Foto: Brazil Photo Press / Folhapress) desembarca no sábado, 26, em Rio Preto para, oficialmente, inaugurar novas enfermarias destinadas ao combate do Coronavírus no 3º e 4º andares do Hospital de Base. Também visitará a Funfarme para assinatura de um convênio com o Estado. Extraoficialmente, querendo ou não, deverá se encontrar com políticos diversos e pretensos pré-candidatos a prefeito e à vereança da região. Em muitos municípios Garcia terá a árdua missão de compor coligações com partidos aliados ao governo Doria no âmbito estadual e fazer com que correligionários desistam das urnas ou aceitem posições secundárias.


Fernandópolis na pauta, com inclusão dos tucanos na coligação de Pessuto

Se, no Estado, a coligação DEM/PSDB é encabeçada pelos tucanos, aqui pode seguir sequência oposta com os Democratas no topo. Aliás, muito provavelmente, o PSDB sequer emplaque o vice de Pessuto, relegando-se a um apoio informal na disputa majoritária (tendo em vista a impossibilidade de coligação proporcional). Nos últimos dias aumentou, e muito, a probabilidade de repeteco da dupla com Gustavo Pinato, então cotado para o embate legislativo. O MDB local também ambiciona a vaga secundária na associação com André. Aguardemos. Problema para Rodrigo Garcia, Analice Fernandes e Itamar Borges resolverem. Há! É recomendável o trio acautelar-se e, no mínimo, ouvir as palavras de Fausto Pinato.


Bolsonaro estável: nem para mais nem para menosBoa e também má notícia para os governistas. Primeiro vamos à boa. Pesquisa DataFolha divulgada na sexta, 26, mostrou que a queda dos índices do presidente Jair Bolsonaro (foto: Adriano Machado/Reuters), aparentemente, acabou. Mesmo com a coleta dos dados posterior à prisão do ex-assessor da família Fabrício Queiroz, o que representaria uma tendência de queda, sua aprovação praticamente manteve-se estável, flutuando dentro da margem de erro e ficou em 32% (contra 33% em maio); a rejeição passou de 43% para 44% e avaliaram como regular 23% (antes eram 22%). Aparentemente estancada a sangria. Agora a má! Com esse índice ele não conseguirá ser reeleito em 2022, embora deva ser suficiente para levá-lo ao Segundo Turno. E tem mais! Segmentando o levantamento, Bolsonaro caiu em praticamente todas as camadas econômicas pesquisadas, exceto nas classes “D” e “E”. Fruto do Auxílio Emergencial que tem prazo certo para acabar.


FrigoEstrela segue Promotorias e faz testagem coletiva de 1,5 funcionários

Certamente é a maior testagem até agora na região. Seguindo recomendação dos Ministérios Públicos Estadual e Federal, a unidade frigorífica situada em Estrela D´Oeste irá proceder à avaliação de Covid-19 em seus cerca de 1,5 mil colaboradores, independentemente do município em que reside o trabalhador. Um laboratório, com capacidade de 200 amostragens por dia foi contratado e a estimativa é de que todas as coletas estejam efetuadas até o dia 03 de Julho. As Promotorias - estadual e federal - seguem com propósito fiscalizatório sobre a administração municipal do prefeito Barão Lopes, em especial quanto à executoriedade das medidas por parte do FrigoEstrela. 


Flá Prandi: Meia volta volver e retirada do projeto

O alcaide jalesense teve que retirar, às pressas, o projeto de lei de sua autoria que iria ser votado na Câmara nesta semana e que previa a suspensão dos pagamentos dos aportes (cerca de R$ 8,2 milhões em 2020) e das contribuições patronais (cerca de R$ 580 mil mensais), o que resultaria em uma dívida de R$ 14 milhões com o Instituto Municipal de Previdência. A suspensão é autorizada pela Lei Complementar Federal 173/20, que estabeleceu o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus e aventa-se que no Legislativo, em caso de votação, a derrota do Executivo era líquida e certa. Como relembra aquele adágio popular, "nem tudo que é legal é moral".


Polêmica no Legislativo de Ouroeste envolve presidente Rosalino e vereador San Hatayama

Clima político está pesado com o aproximar das Eleições 2020 em Ouroeste, conforme relatou nossa coluna na terça-feira, 23: Com três - ou até quatro pré-candidatos - à Prefeitura, grupos partidários estão, precocemente, entrando em conflito, ora, em virtude da própria disputa eleitoral, ora com vistas a outros temas que jazem profunda cisão entre Executivo e Legislativo ou até mesmo dentre membros de idêntico poder. Num deles, talvez o maior até agora (e com potencial de desdobramento até na seara judicial) envolve o atual presidente da Câmara Rosalino Tomaz e o vereador San Hatayama. Este, em um grupo de WhatsApp ameaçou a presidência de buscar abrigo no Ministério Público Estadual contra uma suposta obra de reforma no prédio do Legislativo avaliada em cerca de R$ 200 mil. San alega que o período pandêmico exige maiores responsabilidades por parte dos gestores e que gostaria de ver o recurso retornar aos cofres da Prefeitura para investimentos na Saúde. Já Rosalino respondeu em alto tom e jogou mais lenha, desafiando o vereador a irem, juntos, à Promotoria. O presidente disse que também apresentaria comprovantes de pagamentos que supostamente beneficiaram pessoas supostamente vinculadas ao vereador e arrolou uma série de gastos efetuados pela Prefeitura, no seu ver, considerados supérfluos. Ele também negou a execução da obra (está apenas em estudos), afirmou que se trata de recomendação do Corpo de Bombeiros e que o valor real é de R$ 175 mil. Rememorando, o primeiro - Rosalino - é declaradamente partidário da dupla Alex Sakata e Júlio Santos que deve disputar o pleito de Outubro (ou Novembro), enquanto que o segundo defende arduamente a atual prefeita Livia Oliveira e o vice Neno Rodrigues".


Pinato: R$ 5 bilhões para enfrentamento à pandemia no BrasilPresidente da Frente Parlamentar dos BRICS, o deputado fernandopolense Fausto Pinato (foto: Wilson Dias/Agência Brasil) está eufórico nesta semana comemorando a aprovação da instalação do banco dos BRICS — grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul — no país. Um aporte inicial de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,1 bilhões) em investimentos ao enfrentamento da pandemia no Brasil deve ser implementado brevemente, o mesmo valor que foi destinado à China, Índia e, mais recentemente, África do Sul. Para iniciar as operações no País, no entanto, o banco precisa da aprovação do Projeto de Lei-PDL pelo Parlamento, restando, agora, a aquiescência por parte do Senado.


Prefeito da região é vítima fatal da Covid-19 - E o DEM perdeu um de seus representantes nos Executivos da região. O prefeito Rodrigo Aparecido Santana Rodrigues, 35 anos, faleceu na tarde de sexta-feira, 26, vítima da Covid-19. Ele estava intubado e em ventilação mecânica no Hospital da Unimed em Araçatuba, onde estava na UTI desde o dia 02. Seu corpo foi sepultado no cemitério da sua cidade, Santo Antônio do Aracanguá.

33% dos encaminhados para UTI´s morrem - O índice foi repassado pela gerente da Vigilância Sanitária de Rio Preto Andreia Negri e é assustador, confirmando a gravidade da pandemia. 33% dos pacientes internados com Covid-19 e que precisaram ser encaminhados para UTI´s vieram a falecer. O número de recuperados é o equivalente a 63% dos casos totais (dados do dia 25).

Por R$ 10 mil, prefeito da região fica careca – Legal o ato idealizado pelo prefeito santa-fé-sulense Ademir Maschio, por ocasião de uma live realizada na quarta, 24, dia de aniversário do município. Ele prometeu – e cumpriu – que rasparia a cabeça se as doações virtuais para entidades filantrópicas ultrapassassem R$ 10 mil. Quem teve a honra de usar a maquininha foi o vice-prefeito Alcir Zaina que, coincidentemente, é cabeleireiro profissional. Há! Na véspera do aniversário, infelizmente, o município registrou o primeiro óbito por Covid-19.

Pessuto: contas aprovadas pelo Tribunal – E o Tribunal de Contas do Estado-TCE confirmou, através do conselheiro Antônio Roque Citadini (corintianíssimo), a emissão de parecer favorável às contas do governo municipal fernandopolense de 2018. Apesar de algumas “falhas”, o relator afirmou que inexistiam fatores suficientes para prejudicar a avaliação. Agora o processo será encaminhado ao Legislativo que somente pelo voto contrário de 2/3 de seus membros, pode alterar o parecer. A aprovação administrativa pode parecer pouco, mas perguntem à Ana Bim.

Salões e barbearias: tudo fechado! – Ao menos na teoria, porque na prática... Pois o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo-TJ-SP Geraldo Francisco Pinheiro Franco pôs fim, de uma só vez, à bagunça generalizada que tomou conta de Rio Preto, onde alguns salões de beleza e barbearias tinham autorização liminar para funcionarem e outros não. Franco cancelou as decisões da Justiça local e mandou fechar todas as unidades.

R$ 5 milhões para a região em maquinários – Muito provavelmente a partir da próxima semana e com agendamento prévio na capital paulista para evitar aglomerações, 30 gestores da região noroeste receberão retroescavadeiras, tratores, caminhões basculantes e motoniveladoras. O pacote faz parte de investimento da ordem de R$ 5 milhões, frutos de emendas de bancada dos deputados federais paulistas e serão distribuídos pela Secretaria Estadual de Agricultura. A ratificação foi feita pelo deputado estadual Carlão Pignatari.

Após 5 mandatos na Câmara, vereador quer a Prefeitura! – Com  23 anos anos de atividades parlamentares, frutos de cinco mandatos eletivos e três vezes presidente da Câmara Municipal, o vereador Agnaldo Rodrigues da Silva-DEM, o popular Lindo garantiu que disputará o Executivo neste ano. Ele, que pertence ao DEM, afirmou ter o apoio do vice-governador Rodrigo Garcia e do deputado federal Geninho Zuliani.


"Mantida a Fase Amarela e com o protocolo assinado, bares, restaurantes, salões de beleza e barbearias voltarão a funcionar no dia 6, mas as regras especificas ainda estão sendo finalizadas pela Vigilância Sanitária".

Do prefeito de São Paulo Bruno Covas-PSDB, confirmando a autorização estadual para o ingresso da capital na Fase 3, com menores restrições e possibilidades de reabertura de mais empreendimentos comerciais. A autorização vale a partir da próxima segunda-feira, 29, mas Covas espera a assinatura de protocolos  com os empresários, para, após, validar a concessão, o que deve ocorrer na sexta-feira, 03.



últimas