ESPORTE

Meia deixa o Votuporanguense e recusa proposta do Chipre para ficar no Brasil

Meia deixa o Votuporanguense e recusa proposta do Chipre para ficar no Brasil

"Sei que estou em uma boa idade e posso jogar em alto nível aqui", afirmou Diogo Sodré, ex-CAV

"Sei que estou em uma boa idade e posso jogar em alto nível aqui", afirmou Diogo Sodré, ex-CAV

Publicada há 1 mês

Da Redação 

Após marcar um gol em quatro jogos do Campeonato Paulista da Série A2 pelo Votuporanguense, o meia Diogo Sodré recusou proposta para atuar no cipriota Onisilos Sotiras. O atleta, que já defendeu times como Bragantino, Luverdense e Coritiba e passou pelo futebol do Qatar, explicou a decisão.

"Graças a Deus, todos os clubes por onde passei, sempre mantive meu bom nível de profissionalismo, e isso fez diferença para que eles me enviassem essa proposta. Lógico que o dinheiro é muito importante, mas sei que estou em uma boa idade e posso jogar em alto nível aqui no Brasil. Ainda quero me destacar no cenário nacional”, afirmou. 

"O futebol aqui é muito imprevisível, você pode acabar saindo de uma Série C ou D e acabar em times de ponta, essa é a minha vontade, ainda posso jogar um bom Campeonato Brasileiro, ser reconhecido. Isso pra um atleta não tem preço. Estou ansioso para voltar. Mesmo durante a pandemia, segui rotina de treinamentos", encerrou o meio-campista. 

MOMENTO

A Pantera Alvinegra, após 12 das 15 rodadas da primeira fase, aparece na lanterna do Paulista A2, com nove pontos, o mesmo do outro integrante da zona de rebaixamento, o Penapolense. Red Bull Brasil, com dez, é o primeiro fora da zona de rebaixamento.

Lá na alto, a liderança pertence ao São Bernardo FC, com 22 pontos, um à frente do Taubaté. Por outro lado, o grupo de classificação às quartas de final é completado por São Caetano, Juventus e Portuguesa, ambos com 18, o mesmo do São Bento, nono colocado.

Meia Diogo Sodré


últimas