ELEIÇÕES 2020

Eleitores que não atualizaram o cadastro biométrico podem votar nas eleições deste ano

Eleitores que não atualizaram o cadastro biométrico podem votar nas eleições deste ano

Devido à pandemia, Tribunal Superior Eleitoral suspendeu o cancelamento de títulos para quem não fez a revisão biométrica

Devido à pandemia, Tribunal Superior Eleitoral suspendeu o cancelamento de títulos para quem não fez a revisão biométrica

Publicada há 1 mês

Breno Guarnieri 

O prazo para o cadastro biométrico ou regularização do título de eleitor se encerrou. Agora não há mais jeito para participar das eleições de 2020 quem não está devidamente formalizado no registro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No entanto, há um grupo de eleitores que pode imaginar que estão irregulares, mas na verdade não estão. Devido à pandemia do novo coronavírus, o TSE determinou que não estão cancelados os títulos de quem não fez o cadastro biométrico obrigatório até 19 de dezembro de 2019.

Segundo a Justiça Eleitoral, aqueles eleitores que tiveram ausência em três eleições consecutivas e tiveram seus títulos cancelados, porém, não o regularizaram até 6 de maio de 2020 estão impossibilitados de votar nas eleições municipais de 2020. 

CARTÓRIO ELEITORAL – 302ª ZONA 

Em contato com o Cartório Eleitoral - 302ª Zona – a reportagem foi informada de que o prazo para o cadastramento biométrico era até março de 2018. A pessoa que regularizou a situação está apta a votar. Quem não regularizou, teve o título cancelado. O Cartório corresponde a Pedranópolis, Meridiano, Guarani d’Oeste, Indiaporã, Macedônia e Ouroeste.     

CALENDÁRIO 

O calendário inicial, definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em dezembro do ano passado, previa o primeiro turno em 4 de outubro, e o segundo, em 25 de outubro. A Emenda Constitucional aprovada pelo Congresso adia o primeiro turno para 15 de novembro, e o segundo, para 29 de novembro.

Eleições 2020: eleitores que não atualizaram o cadastro biométrico estão aptos a votar 



últimas