ALIANÇAS

Pessuto forma a maior coalização; veja a quantidade de candidatos a vereador por coligação

Pessuto forma a maior coalização; veja a quantidade de candidatos a vereador por coligação

Fim das coligações nas eleições proporcionais mexeu com o cenário partidário

Fim das coligações nas eleições proporcionais mexeu com o cenário partidário

Publicada há 1 mês

Gustavo Jesus

Quesito sempre importante na hora de mostrar força no lançamento de uma candidatura, as coligações partidárias para a eleição majoritária – a partir das eleições deste ano as coligações para vagas ao Legislativo estão proibidas -, também foram formalizadas nas convenções.

Como é costume do grupo que apoia a reeleição de Pessuto (DEM), capitaneado pelo deputado federal Fausto Pinato, a maior quantidade de candidatos ao Legislativo estará na chapa do atual prefeito.

A aliança do DEM, partido de Pessuto, com PSDB, Progressistas e MDB já era conhecida e ganhou nesta semana o reforço do PSC. A confirmação do apoio da última legenda veio após intervenção na Comissão Provisória do partido.

Na votação interna foram 13 votos a 12 para que o PSC apoiasse a candidatura de Henri Dias. No final, prevaleceu a decisão da direção do partido.

DEM, PSDB, Progressistas, MDB e PSC lançaram 83 nomes. Com cortes e a obrigatoriedade que 30% da chapa seja composta por mulheres, do total de 20 inscrições permitidas, alguns cortes podem reduzir o número para 79.

Dos 13 vereadores da Câmara, 11 estão em chapas que apoiam o atual prefeito.

A segunda maior chapa, em volume de candidatos, é a formada pela coligação entre PTB, PSD, Solidariedade, PSL e PROS. Os cinco partidos, que apoiam o advogado Henri Dias, tem 60 candidatos registrados. Com a necessidade de possíveis cortes a chapa pode diminuir para 59.

O empresário Renato Colombano, do Republicanos, que tem o apoio do Patriota, lançou 12 candidatos em seu partido e três na outra legenda coligada. Os dirigentes das duas siglas tentam aumentar o número para 18 no partido do candidato a prefeito e 10 no Patriota.

O PT, que não lançou candidato a prefeito e não apoiará ninguém na eleição majoritária registrou cinco candidatos.

Os partidos têm até o dia 26 de setembro, dia de registro das candidaturas, para trocar ou adicionar nomes.

últimas