MÍDIAS

Veja a estimativa de tempo de propaganda no rádio de cada campanha em Fernandópolis

Veja a estimativa de tempo de propaganda no rádio de cada campanha em Fernandópolis

O prefeito André Pessuto (DEM) terá o maior tempo em cada bloco de propaganda

O prefeito André Pessuto (DEM) terá o maior tempo em cada bloco de propaganda

Publicada há 1 mês

Gustavo Jesus

O fechamento das coligações partidárias, além de demonstrarem força da candidatura e capacidade de articulação dos prefeituráveis, também serve para definir um importante aliado da campanha. O tempo de rádio.

Depois de anos relegado ao ostracismo, a internet, considerada por muitos um instrumento que seria fatal ao rádio, recuperou e força dos microfones e estabelecem novamente parte do protagonismo a um dos meios de comunicação mais antigos que existem.

Se é certo que poucas pessoas ficarão com os ouvidos colados no seu transmissor de rádio – seja o próprio aparelho, celular ou computador -, as campanhas devem aproveitar o conteúdo gerado para turbinar outras plataformas, especialmente as redes sociais.

A propaganda eleitoral gratuita será veiculada no período de 9 de outubro até 12 de novembro. Na propaganda em bloco ela ocorrerá das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10, apenas para candidatos a prefeito. Candidatos a vereador não terão espaço na propaganda eleitoral Bloco.

Outro modo de propaganda será em inserções, ou seja, comerciais, de 30 segundos ou 1 minuto cada. Para isso, cada emissora de rádio e televisão destinará 70 minutos diários. Este tempo será dividido ao longo da programação, de segunda-feira a domingo, das 05h as 0h, e serão divididos na proporção de sessenta por cento para prefeito e de quarenta por cento para vereador.

Os partidos que formam a coligação tem importância na hora da definição do tempo de rádio. Cada partido político tem “um valor”, e é necessário fazer uma análise da composição partidária na Câmara Federal para chegar ao tempo que cada um tem direito.

Os partidos que compõe a coligação de André Pessuto (DEM) têm, somados, 154 segundos de propaganda eleitoral; os de Henri Dias (PTB) 133 segundo e os de Colombano 74 segundos.

Como as legendas participantes da eleição em Fernandópolis não contemplam toda a Câmara dos Deputados, o restante dos 10 minutos é divido proporcionalmente ao tempo de cada um.

Com este ajuste a campanha de Pessuto terá 4 minutos e 42 segundos de propaganda eleitoral gratuita; Henri Dias 4 minutos e 4 segundos e Colombano 1 minuto e 14 segundos.

A Justiça Eleitoral em cada cidade tem até o dia 26 de setembro, um dia antes do início da campanha das eleições 2020, para sediar a reunião dos planos de mídia. Participam os representantes de todos os partidos com candidatos nos pleitos municipais, além das emissoras de rádio e TV. É nessa ocasião em que é entregue a tabela com o cálculo final do tempo de propaganda eleitoral gratuita de cada um, considerando as alianças formadas.

últimas