CALOR

Setembro foi o mês mais quente já registrado no mundo

Setembro foi o mês mais quente já registrado no mundo

Dados foram divulgados pelo Copernicus Climate Change (C3S)

Dados foram divulgados pelo Copernicus Climate Change (C3S)

Publicada há 2 semanas

Globalmente, setembro de 2020 foi 0,05ºC mais quente do que o mesmo período em 2019 - Foto: Reprodução/Agência Brasil

Da Redação/SBT Interior

Setembro foi o mês mais quente já registrado no mundo, segundo dados divulgados pelo Copernicus Climate Change (C3S), da Comissão Europeia, nesta quarta-feira, 07.

O centro de pesquisa é responsável por monitorar o clima do planeta e, de acordo com pesquisadores, este ano poderá ter as temperaturas mais elevadas da história.

Globalmente, setembro de 2020 foi 0,05ºC mais quente do que o mesmo período em 2019 e 0,08ºC se comparado a 2016, épocas com os maiores recordes já registrados. Considerando a série histórica para o mês, o crescimento é de 0,63°C nos últimos 39 anos.

O aumento da temperatura foi sentido, principalmente, na costa do norte da Sibéria, no Oriente Médio e em partes da América do Sul e Austrália.

Setembro ainda foi o mês com maior diminuição da extensão de gelo do Oceano Ártico, tanto para a extensão diária quanto para a extensão média mensal.

Ainda de acordo com o Copernicus Climate Change, nos últimos três meses, "eventos climáticos como o La Niña e os prováveis baixos níveis de cobertura de gelo do Ártico no outono influenciarão se o ano como um todo se tornará o mais quente já registrado".


Fonte: sbtinterior.com

últimas