MEIO AMBIENTE

Projeto ambiental da AES encerra ciclo 2020 com encontro em Ouroeste, Indiaporã e Sabino

Projeto ambiental da AES encerra ciclo 2020 com encontro em Ouroeste, Indiaporã e Sabino

Projeto de educação ambiental da AES Brasil envolveu cerca de três mil estudantes e 200 professores da rede pública

Projeto de educação ambiental da AES Brasil envolveu cerca de três mil estudantes e 200 professores da rede pública

Publicada há 1 mês

Pelo terceiro ano consecutivo, o Geração+ atuou a fim de estimular a preservação do meio ambiente - Foto: AES Brasil

Da Redação

O Geração+, projeto educativo realizado pela AES Brasil em parceria com a La Fabbrica e redes municipais de educação, que convoca crianças e seus professores a adotar ações sustentáveis para transformar o mundo em um lugar cada vez mais justo, bonito e acolhedor para todos os que estão aqui e para aqueles que ainda virão, encerrou o ciclo de 2020 com um encontro virtual e participação dos municípios de Indiaporã, Ouroeste e Sabino. Além do encerramento nas três cidades, os municípios de Brejo Alegre, Guaimbê, Mira Estrela e Promissão também receberam o Projeto durante o ano. Por questões de segurança, e com as aulas presenciais suspensas, este ano as atividades do Geração+ e a formação dos professores foram realizadas online.

No evento de encerramento, que também foi virtual, alguns professores, dos 200 que foram envolvidos no Geração +, tiveram a oportunidade de compartilhar histórias e aprendizados adquiridos durante este ano tão desafiador.

A professora Rita de Cassia Gouveia Ribeiro, da EMEF Ouroeste, fez um relato da aula coletiva sobre gestão de resíduos que ela e suas colegas do 4º ano deram aos estudantes, em formato de live, utilizando os materiais do projeto e slides. "As atividades contribuem no desenvolvimento da capacidade reflexiva, de criar interesse, de questionar os acontecimentos e o que poderá acontecer com a vida no planeta Terra", explicou Rita. Ela salientou que foi fácil integrar o Geração+ ao currículo porque o projeto trabalha em cima dos objetivos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), sendo um projeto de Ciências, mas também interdisciplinar.

A Professora Thálita Oliveira Fernandes da Silva, do 2º ano da EMEF Ouroeste, disse que o encantamento com o projeto, tanto da parte dela, quanto da parte dos estudantes, foi acontecendo naturalmente com o tempo. "As crianças são convidadas a sair desse rol de notícias ruins, são convidadas a ver uma plantinha, a ver um animal, observar, descrever. Esse material propôs esse alívio e esse cuidado também", comenta Thálita.

Foram trabalhados quatro temas relacionados ao desenvolvimento sustentável entre todos os participantes: lazer e segurança, gestão de resíduos sólidos, fauna e flora e energia elétrica. Por meio de materiais didáticos, melhorias físicas nas escolas e atividades práticas, professores e estudantes foram estimulados a explorarem os conteúdos por meio de leitura, observação, escrita, elaboração de perguntas, criação e exposição de ideias.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Geração+ atuou a fim de estimular que cada vez mais professores e alunos, do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental, entendam sobre a importância da preservação do meio ambiente. "Os resultados deste ano comprovam que mesmo a distância foi possível contribuir com o meio ambiente, com a participação especial também das famílias que puderam acompanhar as crianças, aprendendo de forma lúdica, realizando experimentos e a AES Brasil apoiando ações de Desenvolvimento local", conclui Lilyan Reis Amorim, analista de Sustentabilidade e Responsabilidade Social da AES Brasil.

Para mais informações sobre o projeto, acesse o site: geracaomais.com.br


últimas