COMÉRCIO

Chapas buscam composição, mas eleição da ACIF pode ter disputa "inédita"

Chapas buscam composição, mas eleição da ACIF pode ter disputa "inédita"

Há pelo menos 40 anos não há disputa pela presidência da entidade

Há pelo menos 40 anos não há disputa pela presidência da entidade

Publicada há 1 semana

Gustavo Jesus

Numa situação inédita ao longo de pelo menos os últimos 40 anos, a eleição da ACIF - Associação Comercial e Industrial de Fernandópolis -, pode ter a disputa de duas chapas pela presidência da associação.

A chapa que abriga parte dos membros da atual diretoria da ACIF é, até o momento, encabeçada pelo proprietário da Papelaria Bom Jesus, o empresário Saulo Marin. O grupo também conta com outros nomes que nunca participaram da direção da associação.

O polo que representa a oposição tem a liderança o empresário Luis Carlos Rodrigues proprietário da LC Factoring e do Água Viva Thermas Clube. Segundo Luizinho, como é popularmente conhecido, a chapa está sendo finalizada.

Apesar da atual conjuntura desenhar uma disputa no pleito marcado para o dia 26 deste mês, fontes informaram que Saulo, em conversas com membros da sua possível diretoria, cogita deixar a disputa caso o grupo adversário consiga formar a chapa completa.

São necessários 17 componentes, em situação regular com a ACIF, para que uma chapa concorra à presidência. O prazo para inscrição vai até a sexta-feira, 15.

Perguntado pela reportagem sobre a possibilidade de composição entre as chapas, Saulo disse que está "debatendo a situação com o seu grupo" e que acredita que "amanhã [quarta-feira] pode haver uma conclusão".

A eleição está prevista para o dia 26 de janeiro e deve reunir cerca de 500 associados aptos ao voto. Podem votar quem estiver em dia com as mensalidades e ter entrado no parte do quadro associativo até o dia 26 de julho de 2020.



Saulo Marin e Luís Carlos Rodrigues: possível enfrentamento pela presidência da ACIF

últimas