PANDEMIA

Negacionista, Irmão Lázaro falece em decorrência de Covid-19

Negacionista, Irmão Lázaro falece em decorrência de Covid-19

Durante culto ele afirmou que "quem pega (o Coronavírus) é do diabo"

Durante culto ele afirmou que "quem pega (o Coronavírus) é do diabo"

Publicada há 3 semanas

Irmão Lázaro disse aos fiéis durante culto: quem pega (o Coronavírus) é do diabo. Foto: DCM

Da Redação

O ex-deputado federal e atual vereador em Salvador pelo PL, Irmão Lázaro, faleceu na noite desta sexta-feira, 19, vítima de complicações causadas pela Covid-19. A informação de sua morte proveio de sua filha em publicação nas redes sociais: “Hoje a pessoa mais importante da minha vida se foi, o homem que eu mais amei e continuarei amando o resto da vida!!”, anunciou a filha do político e artista gospel.

Ele estava internado em um hospital de Feira de Santana, cidade que ficar a cerca de 100 km da capital baiana, após ser hospitalizado em 25 de fevereiro, em estado de intubação.

POLÊMICO

Ex-integrante da banda Olodum, migrou para a música gospel após se converter. Era bolsonarista fanático e, como tal, negava a gravidade da pandemia.

Dias antes de ser internado, fez um culto em uma igreja lotada de Feira de Santana e garantiu aos fieis que crentes não pegavam covid-19. Quem pega “é do diabo”, disse.

Em 2018, Irmão Lázaro defendeu, em discurso durante ato pró-Bolsonaro no Farol da Barra, que homossexuais fossem “olhados como gente”, mas que não se podia “exaltar as minorias”.

Lázaro e familiares estão recebendo inúmeras manifestações de solidariedade de religiosos, políticos, artistas e populares.

CARREIRA

Nascido no bairro da Federação, em Salvador, o político e artista tocou contrabaixo em várias bandas baianas, em bares, boates e, em outra fase da vida, ficou famoso como um dos integrantes da Banda Olodum.

Nessa época, era conhecido como Lázaro Negrume e emplacou um grande sucesso, a música "I miss Her", também chamada de "melô do pom pom pom", um dos hits do axé.

A jornada gospel começou após um período de dependência química. Pastor da igreja Batista Luz Divina em Feira de Santana, ele adotou o nome de Irmão Lázaro e passou a fazer shows e apresentações em igrejas, congressos e encontros religiosos.

O artista levou o axé para suas louvações, conquistando o público das igrejas. O "pom, pom, pom" de "I miss her" se transformou em "eu sou de Jesus, eu sou de Jesus".

Ele estreou na vida política em 2014, quando foi eleito deputado federal. Quatro anos depois, tentou uma vaga no Senado pelo PSC, mas não foi eleito. Nas eleições de 2020 conseguiu uma das vagas na Câmara Municipal de Salvador.

Também foi secretário de Relações Institucionais em Salvador, em 2016. Coordenou o projeto "Sua Vida Vai Mudar", focado na recuperação de dependentes químicos.

Irmão Lázaro é o fundador da Comunidade Terapêutica Sentimento Novo, que recebe dependentes químicos para tratamento.

últimas