POLÍTICA

Pinato irá processar ex-deputado que o acusou de exigir R$ 5 milhões em propina

Pinato irá processar ex-deputado que o acusou de exigir R$ 5 milhões em propina

Denúncia foi do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha

Denúncia foi do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha

Publicada há 1 semana

Pinato irá processar ex-deputado que o acusou de exigir R$ 5 milhões em propina

Era previsível e amplamente esperado no meio político que o livro de 797 páginas intitulado de "Tchau, Querida — O Diário do Impeachment", que será lançado pela editora Matrix no dia 17 de abril, traria textos bombásticos e revelações de bastidores da política brasileira, não somente referente ao processo de cassação da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que levou o peemedebista Michel Temer à presidência, mas também sobre o processo que resultou na perda de seu mandato e em três anos e cinco meses de reclusão, dentre outras consequências.

Pois uma reportagem da revista Veja (clique aqui para conferir), divulgada na sexta-feira, 02, antecipou o lançamento e publicou que, dentre outras acusações, Cunha imputou uma ao fernandopolense Fausto Pinato (PP): a de que ele teria exigido dinheiro para, então na condição de relator da denúncia, proceder o arquivamento, facilitando o arquivamento de seu processo no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

R$ 5 MILHÕES

O valor, segundo Eduardo Cunha, foi-lhe solicitado através do também deputado André Moura, tido como um interlocutor de ambos.

E não foi somente esse integrante do Conselho de Ética denunciado pelo ex-deputado.

O ex-presidente José Carlos Araújo foi acusado de exigir R$ 3 milhões; Wladimir Cunha outros R$ 2 milhões. Todos com a finalidade de "facilitar" para Cunha.

Fora do Conselho, o ex-presidiário acusa Lula de prometer-lhe interferir, a seu favor, junto a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), dentre outras acusações que envolvem até o general Eduardo Vilar Bôas.

PROMESSA DE PROCESSO

Pinato confirmou-nos na manhã deste sábado, 03, que irá impetrar ação judicial contra Eduardo Cunha e questionou: - Por que ele não falou isso naquela época?

Ele lembrou que, enquanto relator do impeachmet, apresentou Parecer favorável à cassação de Cunha e que o próprio deputado André Moura, citado como interlocutor, declarou que a acusação é mentirosa e irresponsável.



últimas