DO ALTO

Drones flagram banhistas em prainha interditada e ranchos alugados irregularmente

Drones flagram banhistas em prainha interditada e ranchos alugados irregularmente

Fiscalização usa imagens aéreas para evitar aglomerações e o descumprimento de medidas restritivas decretadas em cidades da região

Fiscalização usa imagens aéreas para evitar aglomerações e o descumprimento de medidas restritivas decretadas em cidades da região

Publicada há 9 meses

Ranchos são monitorados por drones em Cardoso - Foto: ASCOM/Prefeitura de Cardoso

João Leonel

Em pelo menos duas cidades, drones estão monitorando áreas interditadas, como prainhas e ranchos. Em Cardoso e Ilha Solteira, as imagens aéreas auxiliam na fiscalização contra a aglomeração de pessoas neste período de pandemia.

A prefeitura de Cardoso já realizou operações para monitorar o desembarcadouro de veículos e pessoas na prainha, e sobrevoou ranchos, os quais, apresentando fluxo não habitual de pessoas, foram visitados pelas equipes para averiguar se haviam sido alugados.

“O desembarcadouro da prainha está fechado, porém algumas pessoas estão invadindo, entrando pela calçada da lanchonete, mas esta situação já era esperada, e um sistema de monitoramento está registrando toda essa movimentação. A pesca está permitida apenas para pescadores profissionais do município, que poderão desembarcar entrando pela portaria da prainha apresentando a carteirinha de pescador profissional e um documento que comprova a moradia no município”, informa a assessoria de imprensa da prefeitura de Cardoso em seu site oficial.

Proprietários alugam os imóveis com a instrução de manter sempre o portão fechado. Com os drones, é possível flagrar esse tipo de irregularidade, e medidas administrativas, judiciais e criminais serão tomadas contra locadores e locatários desses ranchos e casas de veraneio.

Foram realizadas autuações por descumprimento do decreto em ranchos, comércio, e os veículos que foram flagrados invadindo o desembarcadouro também foram autuados.

As multas que serão aplicadas estão previstas em Decreto Municipal no valor de 50 UFESP’S, ou seja, R$ 1.454,50. Havendo reincidência, a multa será aplicada em dobro, permanecendo a reincidência implicará na cassação do alvará de funcionamento do estabelecimento infrator. Vale ressaltar que tais medidas serão tratadas de acordo com os termos previstos no artigo 268 e 330 do Código Penal.

ATÉ INFRAÇÃO DE TRÂNSITO

Em Ilha Solteira, drones flagraram banhistas na prainha da cidade, mesmo com o local interditado. E sobrou até para um grupo de motociclistas.

Neste fim de semana, uma aglomeração em uma rodovia foi registrada por um drone da equipe municipal de fiscalização. As imagens mostram condutores empinando motocicletas. O caso passará por uma investigação que buscará identificar as placas dos veículos e quem eram as pessoas no local. 

Ranchos são monitorados por drones em Cardoso - Foto: ASCOM/Prefeitura de Cardoso

Ranchos são monitorados por drones em Cardoso - Foto: ASCOM/Prefeitura de Cardoso

Drones flagraram banhistas em prainha interditada por Decreto Municipal - Foto: Reprodução

Drones flagraram grupo empinando motos em Ilha Solteira - Foto: Reprodução

últimas