POLÍTICA

Em ofensiva por dobradinhas estaduais, Pinato se reúne com Colombano em SP

Em ofensiva por dobradinhas estaduais, Pinato se reúne com Colombano em SP

Veja também: Coruripe quadruplica lucro e investe R$ 70 milhões em Iturama

Veja também: Coruripe quadruplica lucro e investe R$ 70 milhões em Iturama

Publicada há 1 ano

Coruripe quadruplica lucro e investe R$ 70 milhões em Iturama

Projeção do terminal rodoferroviário: atuação no Noroeste Paulista, Triângulo Mineiro e Sul de Goiás

A usina Coruripe, que tem produção em Minas e Alagoas e unidade de armazenamento em Fernandópolis, anunciou nesta semana que seu lucro líquido mais que quadruplicou na temporada 2020/2021, subindo para R$ 338,3 milhões. O resultado veio após altas dos preços nos produtos e foco no açúcar (ao invés do álcool). A Ebitda somou R$ 1,13 bilhão, alta de 16,6% na comparação com a safra 2019/20.

No último dia 29 de outubro, ela lançou a pedra fundamental do seu futuro terminal rodoferroviário em Iturama-MG. As obras têm previsão de encerramento e início de operacionalidade para o primeiro semestre de 2022, com geração de 300 empregos diretos e investimento de R$ 70 milhões. O projeto prevê a instalação de uma unidade de transbordo rodoferroviário interligada à Rumo Malha Central (Ferrovia Norte-Sul), que garantirá o transporte ferroviário.

A usina mineira, que terá capacidade para até 300 caminhões/dia, está aproveitando a expansão da Ferrovia Norte-Sul, sendo que Coruripe possuí quatro unidades em solo mineiro (Iturama, Campo Florido, Carneirinho e Limeira do Oeste), uma em Alagoas (Coruripe) e um terminal ferroviário próprio em Fernandópolis (SP). A empresa possui capacidade de moagem de 15 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.

Em ofensiva por dobradinhas estaduais, Pinato se reúne com Colombano

Deputado e ex-candidato a prefeito estiveram juntos em São Paulo na quinta, 01. Foto: Reprodução/Facebook

Em fase ofensiva na busca por dobradinhas com nomes expoentes na região e que possam disputar a Assembleia Paulista, o deputado Fausto Pinato mais uma vez surpreendeu e reuniu-se com o ex-candidato à Prefeitura de Fernandópolis Renato Colombano (Republicanos).

A "conversa" ocorreu justamente após a coluna divulgar, na semana passada (clique aqui para conferir) que Pinato preparava uma ofensiva contra as recandidaturas de Itamar Borges (MDB), Carlão Pignatari (PSDB) e Analice Fernandes (PSDB), com a apresentação de novos nomes para concorrer com estes região afora. Exemplificando, em Fernandópolis ele sugeriu (ou ameaçou) com as candidaturas do próprio prefeito André Pessuto (DEM) ou do vice Artur Watson (PSDB) para deputado estadual.

Pois Colombano agiu certo e rápido!

Conseguiu alinhavar um aparente acordo de armistício com Pinato e, de adversários no pleito municipal, pode ser possível que até sejam parceiros na disputa do próximo ano. No mínimo não estarão em polos opostos e Renato galgou alguns passos, quase se incluindo no mesmo rol de Pessuto e Artur.

Há! Outro detalhe importantíssimo!

Quem sonhava uma oposição contundente, encabeçada por Colombano e Henri Dias (PTB), até em eventual dobradinha para concorrer com a "chapa situacionista", pode esquecer. Utopia!

Walter Faria é o 20º mais rico do Brasil; já foi o sétimo

Os dados são extraídos, desde de 2017, da conceituadíssima revista Forbes e foram objeto da Coluna .Inside de ontem (02/07/2021).

Pois a versão atualizada do ranking dos "Bilionários de 2021", relativa aos brasileiros, colocou o ex-fernandopolense na 20ª posição com patrimônio estimado em US$ 2,9 bilhões. Em 2020 o número era de US$ 1,6 bilhão, ou seja, o empresário enriqueceu durante o período pandêmico mas foi superado por outros que ascenderam ainda mais.

Faria é o "dono" do Grupo Petrópolis, de onde provém parte considerável de sua fortuna e, coincidentemente, está acima do empresário Luciano Hang, o "Véio da Havan", que ocupa a 21ª posição que tem patrimônio de US$ 2,7 bilhões e empobreceu US$ 900 milhões em relação ao ano passado.

Em 2017, Faria era o 7º mais rico

E o seleto rol de bilionários mostra que Walter já foi melhor colocado.

Em 2017, quando começamos a divulgar o ranking, ele era o sétimo mais rico do Brasil com fortuna avaliada em R$ 11,02 bilhões; em 2019 ele estava na 19ª colocação com riqueza estimada em US$ 3,2 bilhões.

Ano passado em uma publicação da Forbes com dados de 2019 atualizados o empresário surgiu na 17ª colocação com fortuna estipulada em US$ 2,5 bilhões.

Os "mais mais"

Juntos, os 65 bilionários brasileiros (em 2020 eram 45), têm fortuna estima de R$ 1,6 trilhões, o equivalente a 20% do PIB brasileiro de 2020.

Os 10 novos bilionários do Brasil na lista da Forbes em 2021 são:

Família Safra (Jacob Safra, 45; Esther Safra, 43; Alberto Safra, 41; David Safra, 36), com US$ 7,1 bilhões;

David Vélez, do Nubank, com US$ 5,2 bilhões;

Guilherme Benchimol, da XP, com US$ 2,6 bilhões;

André Street, da StoneCo, com US$ 2,5 bilhões;

Eduardo de Pontes, da StoneCo, com US$ 2,4 bilhões;

Fabrício Garcia, do Magazine Luiza, com US$ 2,1 bilhões;

Flávia Bittar Garcia Faleiro, do Magazine Luiza, com US$ 2,1 bilhões;

Fernando Trajano, do Magazine Luiza, com US$ 1,5 bilhão;

Ilson Mateus, do Grupo Mateus, com US$ 1,4 bilhão;

Anne Werninghaus, da Weg, com US$ 1,1 bilhão.

O mais rico do Brasil é o empresário João Paulo Lemann, da AB Inbev, com fortuna de US$ 16,9 bilhões.

Prejuízos decorrentes do frio

Publicação da NovaCana mostra que plantações de milho no Paraná e Mato Grosso do Sul e de cana em São Paulo foram atingidas pelo frio e geadas ocorridas na terça, quarta e quinta-feira. Áreas cafeeiras do sul de Minas Gerais também foram afetadas pelas baixas temperaturas mas elas são mais resistentes à geadas. A consultoria StoneX reduziu sua projeção para a segunda safra de milho do Brasil 2020/21 a 60,45 milhões de toneladas, ante 62 milhões estimados no mês anterior.

Empregos: maio positivo na região

Embora tenha perdido a força, a geração de postos de trabalho formal voltou a apresentar números positivos na região em maio. Em Fernandópolis foram 681 contratações e 656 demissões no mês, com saldo positivo de 25 postos de trabalho. No ano o índice é de 880 novos empregos formais. Rio Preto registrou abertura de 678 postos; Votuporanga, 62 (423 no ano mas ainda em contabilizar as duas mil demissões da Vickstar); Jales, 37 e Catanduva de 18.

Crise hídrica também afeta hidrovia regional

Não ficará restrita aos redundantes aumentos nas faturas de consumo de energia elétrica. A falta de chuvas no país já ameaça também o transporte fluvial na região. O alerta veio com a possibilidade de paralisação do transporte de grãos na Hidrovia Tietê-Paraná. O Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo (DH), que administra a via, já recebeu um alerta do CMSE (Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico). Só neste ano a via recebeu 416 mil toneladas de cargas, com fluxo médio de 24 embarcações diárias.

Vereadores rio-pretense e Sikêra: tudo a ver!

Não bastasse, a nível nacional, a imensa repercussão desfavorável às declarações do apresentador Sikêra Jr., da Rede TV!, contra o anúncio da rede de fast food Burger King e a comunidade LGBTQIA+, eis que a nível regional a homofobia caminha a passos largos. Proposição do edil conservador Anderson Branco (PL) foi aprovada por 9 a 4 pelos vereadores do legislativo de Rio Preto, repudiando a peça publicitária e, por consequência, a comunidade. Branco alegou que a propaganda vai "contra a maioria da população que é cristã, católica e evangélica".

Do ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), afirmando ontem, 02/07, em entrevista ao site UOL que o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nem estará no segundo turno das eleições de 2022. Segundo Ciro, a disputa presidencial será entre ele e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). "Há muito tempo acho que o Bolsonaro não estará no segundo turno. Não sei sequer se estará na eleição. Sairá da cabeça da nação brasileira essa espada que obriga a esquecer todas as contradições do Lula e do PT só para se livrar do mal maior, mais emergente, mais doído, que é a tragédia do genocida e corrupto Bolsonaro", afirmou Ciro.

03 de julho é o 184.º dia do ano no calendário gregoriano (185.º em anos bissextos). Faltam 181 para acabar o ano. Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial; Dia de São Tomé.

Acontecimentos:

1822 — Criação do Ministério da Justiça do Brasil.

1844 — O último casal de Arau-gigante é morto.

1884 — Dow Jones & Company publica sua primeira média de ações.

1886 — Karl Benz apresenta oficialmente o Benz Patent-Motorwagen, o primeiro veículo "projetado" para ser movido a motor.

1938 — O recorde mundial de velocidade para uma locomotiva a vapor é fixado na Inglaterra, pela Mallard, que atinge uma velocidade de 202,58 km/h).

1940 — Segunda Guerra Mundial: para impedir que navios caiam em mãos alemãs, a frota francesa do Atlântico baseada em Mers El Kébir é bombardeada pela frota britânica, vinda de Gibraltar.

1969 — Corrida espacial: a maior explosão na história dos foguetes ocorre quando o foguete soviético N-1 explode e destrói sua plataforma de lançamento.

1988 —O navio de guerra da Marinha dos Estados Unidos, USS Vincennes (foto abaixo), abate o voo Iran Air 655 sobre o Golfo Pérsico, matando todas as 290 pessoas a bordo.

Nascimentos:

1423 — Luís XI de França (m. 1483).

1442 — Imperador Go-Tsuchimikado do Japão (m. 1500).

1728 — Robert Adam, arquiteto britânico (m. 1792).

1860 — Charlotte Perkins Gilman, humanista e escritora americana (m. 1935).

1883 — Franz Kafka, escritor tcheco (m. 1924).

1894 — Jaime de Barros Câmara, cardeal brasileiro (m. 1971).

1913 — Wilson Batista, compositor brasileiro (m. 1968).

1917 — João Saldanha, treinador e jornalista brasileiro (m. 1990).

1962 — Tom Cruise, ator norte-americano.

1987 — Sebastian Vettel (foto abaixo), automobilista alemão, tetracampeão de F1.

1993 — Mussunzinho, ator brasileiro.

Falecimentos:

1503 — Pierre d'Aubusson, cardeal e legado papal francês (n. 1423).

1642 — Maria de Médici (n. 1575).

1858 — Alexander Andreyevich Ivanov, pintor russo (n. 1806).

1904 — Theodor Herzl, jornalista austro-húngaro (n. 1860).

1935 — André Citroën, engenheiro e empresário francês (n. 1878).

1971 — Jim Morrison (foto abaixo), músico norte-americano (n. 1943).

2004 — Andrian Nikolayev, cosmonauta soviético (n. 1929).

2005 — Alberto Lattuada, diretor e cineasta italiano (n. 1914).

2007 — Lícia Magna, atriz brasileira (n. 1909).

2020 — Leonardo Villar, ator brasileiro (n. 1923).

Fonte: Wikipedia

últimas