POLÍTICA

Max Atacadista: Problemão após a solução!

Max Atacadista: Problemão após a solução!

Veja também: Inauguração da 1ª Cia depende de agenda governamental

Veja também: Inauguração da 1ª Cia depende de agenda governamental

Publicada há 6 meses

Inauguração da Sede da 1ª Cia da PM depende de 'agenda governamental'

Prefeito André Pessuto em inspeção à nova sede da Polícia Militar em Fernandópolis. Imagem: Reprodução/Facebook

Depende apenas de agenda governamental estadual (e da conclusão de pequenas obras) a inauguração oficial da 1ª Companhia de Policiamento Militar de Fernandópolis.

Situada na área do Novo Terminal Rodoviário - próxima à Prefeitura e Tribunal de Contas -, a nova sede abrigará a Companhia, enquanto o 16º Batalhão de Polícia Militar continuará ativo na Avenida Líbero de Almeida Silvares, respondendo pela segurança pública de 49 municípios da região. Atualmente a 1ª Companhia funciona dentro do Batalhão.

O prédio tinha previsão inicial de receber investimentos da ordem de cerca de R$ 500 mil e tem espaço físico para alojamento, salas de reunião, administrativo, operacional, além de estacionamento para as viaturas. Faz parte do pacote de inaugurações previstas para esse ano, juntamente com a Praça da Memória, o Novo Paço Municipal, a área de lazer do Jardim Araguaia e o Max Atacadista (todas entregues em maio).

A expectativa é de que o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB), virtual candidato ao Palácio dos Bandeirantes no próximo ano, esteja no município para a solenidade, juntamente com a deputada estadual Analice Fernandes (PSDB), dentre outras autoridades, conforme compromisso assumido por Garcia em comunicação enviada a esta coluna anteriormente.

No mesmo comunicado ele fez menção à liberação de novas obras para Fernandópolis.

Sem concorrência, aeroportos de Rio Preto e Votuporanga (e mais nove) são arrematados por R$ 7,6 milhões

Leilão ocorreu na tarde desta quinta-feira na B3. Autoridades "batem o martelo" nas concessões. Foto: Divulgação

Os aeroportos de Rio Preto e de Votuporanga, junto a outros nove situados na região noroeste paulista (Presidente Prudente, Araçatuba, Barretos, Dracena, Tupã, Presidente Epitácio, Andradina, Assis e Penápolis), foram concedidos à iniciativa privada pelos próximos 30 anos em leilão realizado na quinta, 15, na B3, em São Paulo.

O valor arrematado foi de R$ 7,6 milhões, enquanto o lance mínimo era de R$ 6.831,181 milhões, ou seja, um ágio de apenas 11,14%, o que, junto ao fato de uma única empresa participar - o consórcio Aeroportos Paulista liderados pela Socicam - causou certa decepção no governo paulista que esperava concorrência e valores mais altos.

Para o bloco Noroeste estão previstos R$ 181,2 milhões de investimentos ao longo do contrato de concessão, sendo os valores distribuídos para ampliação de capacidade, melhoria da operação e adequação à regulação. Estão previstos para os primeiros quatro anos de operação investimento de R$ 62,3 milhões.

O bloco Sudeste, que inclui os aeroportos de Ribeirão Preto, Bauru-Arealva, Marília, Araraquara, São Carlos, Sorocaba, Franca, Guaratinguetá, Avaré-Arandu, Registro e São Manuel, foi vencido pelo consórcio Voa NW e Voa SE, com oferta de R$ 14,7 milhões e ágio de 11,5%.

Os vencedores devem investir nos blocos R$ 447 milhões.

Max Atacadista: Problemão após a solução!

Instalações do Max na marginal da SP-320: alça de acesso provoca contestações. Foto: Divulgação/Grupo Muffato

Óbvio que não dá para imputar culpas ou ir profanando com impropérios o grupo econômico que atualmente emprega cerca de 300 colaboradores e investiu aproximadamente R$ 35 milhões para inaugurar uma pomposa unidade em Fernandópolis. Ao menos que haja abundantes fundamentos, o que, evidentemente, não é o caso. Mas também não há como acobertar as crescentes reclamações de residentes, "caiçaras" e visitantes que já ecoaram nas redações dos principais jornais e sites da cidade.

Referimo-nos à alça de acesso invertida feita pela municipalidade após pedido do Max Atacadista, que reverteu o fluxo do trânsito numa das principais fluências da cidade.

De fato, a saída que permitia aos usuários ingressar na Rodovia Euclides da Cunha, utilizando-se da Avenida Expedicionários Brasileiros, agora tem que dirigir um trecho urbano de mais dois quilômetros, até o trevo da Avenida Carlos Barozi, na confluência de Brasilândia com a saída para Pedranópolis para, finalmente, "cair" na SP-320.

Pode até parecer pouco (os dois quilômetros), mas a alteração feita para facilitar os consumidores do atacadista, prejudicou, e muito, o fluxo rotineiro na principal artéria viária urbana. Já são muitos os comerciantes situados na Expedicionários reclamando da alteração.

Nenhum dos que nós abordaram foi contra a reversão feita com autorização do Departamento Estadual de Rodagens (DER) e pago pelo Max (na realidade 70% dos gastos serão abatidos em impostos municipais). Ao contrário! Muitos até elogiam a celeridade da empreitada!

O que clamam é por uma solução similar, ou seja, a construção de outra alça, após a reformada, permitindo o ingresso do tráfego na rodovia e sem passar pelo perímetro urbano da marginal Luíz Brambatti.

Claramente, o atual governo municipal já deve ter se atentando para a necessidade e provavelmente está buscando uma saída.

Certamente o Grupo Muffato não se oporá e, muito provavelmente, deve topar parceria similar, arcando parcial ou totalmente a obra.

Mas não será fácil face à topografia da região.

Aguardemos!

Nem PP, nem PSB, nem DEM. Alckmin deve ir para o PSD de Kassab

Alckmin: ex-governador de SP por três vezes e duas vezes candidato à presidência. Foto: Arquivo/Jovem Pan

Com o atual, João Doria (PSDB), de quarentena pela segunda vez, o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) parece ter decidido o caminho de qual partido trilhará em 2022.

Sua saída do tucanato, conforme aqui já relatado, é dada como certo, restando somente o anúncio formal de desligamento.

Por outro lado, ganhou força nos últimos dias a possibilidade dele desembarcar no PSD de Gilberto Kassab. Além de ter a garantia de autonomia dentro do diretório estadual do partido, Geraldo teve outro desejo atendido por Gilberto: neutralidade ou candidatura própria no primeiro turno presidencial.

Kassab prorrogou para eventual segundo turno um eventual apoio à candidatura de Lula (PT) e descartou a reeleição de Bolsonaro; quanto à segunda possiblidade (nome próprio), é muito difícil de acontecer, exceto se o atual presidente do Senado Federal Rodrigo Pacheco (DEM-MG) também vir para o PSD e, ainda, tiver seus índices anabolizados por pesquisas eleitorais.

Alckmin ainda dispõe, como opções secundárias, migrar para o PP de Pinato; para o PSB de Márcio França e até para o DEM.

Há! Em Fernandópolis o PSD elegeu o vereador Daniel Arroio e teve o médico Avenor Bim como seu representante no cargo vice-prefeito, na coligação com Henri Dias, do PTB, derrotada pela dupla André Pessuto (DEM) e Artur Watson (PSDB).

Do senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, que defendeu nesta sexta-feira, 16 que Jair Bolsonaro vete o aumento do fundo partidário para R$ 5,7 bilhões, aprovado pelo Congresso Nacional nessa quinta-feira (15), dentro da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022, que triplicou o valor destinado aos partidos políticos.

Otimismo no Lide

A 3ª Pesquisa de Clima Empresarial LIDE Noroeste Paulista, realizada com 87 empresários (sócios, CEO e alta direção) da região, mostra que 64,37% esperam aumento de receitas no presente exercício em comparação com o de 2020. O índice segue a tendência da última pesquisa, feita em dezembro de 2020, quando 66,25% dos participantes indicaram que as empresas estavam com receitas maiores do que em 2019, mesmo com a pandemia. Outro fator importante apontado na pesquisa é que 94,25% deles vão manter ou contratar novos empregados. 

Teto de R$ 6,4 mil em Fernandópolis

Seguindo idêntica ação implantada em Rio Preto, o prefeito fernandopolense enviou um projeto que reduz o teto da aposentadoria para servidores públicos municipais. A proposta de Pessuto diminui de R$ 17,9 mil para R$ 6,4 mil o valor máximo recebível pelos futuros aposentados. Quem quiser ter um valor maior deve pagar à parte (complementar). A alteração vale para os servidores que ingressarem após a vigência da lei e deve ser votada após o término do recesso parlamentar deste meio de ano.

Havan despenca no mercado

A previsão de IPO na casa dos R$ 100 bilhões* já 'foi para o espaço', segundo a avaliação de especialistas econômicos. O valor mais real para as lojas Havan, que tem filial em Votuporanga, é de R$ 45 bilhões atualmente, segundo AGR Consultoria. Os motivos da depreciação de março para cá, estão nas previsões de vendas, nível de endividamento e 'risco Luciano Hang', que tem a imagem colocada ao presidente Bolsonaro e ao governo federal.

Reforma do IR retirará R$ 13,1 bilhões dos municípios

É o que informa a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), baseada em parecer do deputado federal Celso Sabino (PSDB-PA). Nas suas projeções, o rombo nas contas públicas será de R$ 30 bilhões, R$ 13,1 bilhão subtraídos dos cofres municipais, para cobrir a desoneração proposta para as empresas de grande porte e pessoas mais abastadas do país. Ministro Paulo Guedes e presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), diziam que resultado final da reforma teria de ser neutro, ou seja, nem aumentar nem reduzir a carga tributária.

17 de julho é o 198.º dia do ano no calendário gregoriano (199.º em anos bissextos). Faltam 167 para acabar o ano. É o Dia da Proteção às Florestas e o Dia Mundial do Emoji.

Acontecimentos:

1203 — Tropas venezianas da Quarta Cruzada entram em Constantinopla. O imperador bizantino Aleixo III Ângelo abandona a cidade e refugia-se em Adrianópolis.

1429 — Carlos VII é coroado rei de França na catedral de Reims após a campanha vitoriosa de Joana d'Arc na Guerra dos Cem Anos.

1899 — A NEC Corporation é organizada como o primeiro empreendimento conjunto japonês com capital estrangeiro.

1918 — O czar Nicolau II da Rússia, sua família e quatro criados são executados por tchekistas bolcheviques na Casa Ipatiev em Ecaterimburgo, Rússia.

1955 — Inauguração da Disneylândia, em Anaheim, Califórnia.

1975 — Missão espacial Apollo-Soyuz: um módulo espacial Apollo norte-americano e um módulo Soyuz soviético acoplam em órbita da Terra.

1976 — Timor Leste é anexado e se torna a 27.ª província da Indonésia.

1998 — Uma conferência diplomática adota o Estatuto de Roma, estabelecendo uma Corte Penal Internacional permanente para julgar indivíduos por genocídio, crimes contra a humanidade, crimes de guerra e crime de agressão.

2007 — Queda do Airbus A320 da companhia aérea TAM (foto abaixo) no Aeroporto de Congonhas (São Paulo), que fazia o voo 3054, com 187 pessoas a bordo. Este foi considerado o pior acidente aéreo da história brasileira, da América Latina, e o 11.º do mundo.

2014 — Queda de um Boeing 777 da Malaysia Airlines (Voo MH17) com 298 pessoas a bordo, na fronteira da Ucrânia com a Rússia.

Nascimentos:

1676 — Adriaan Reland, erudito, cartógrafo e filólogo neerlandês (m. 1718).

1764 — Isaac Watts, poeta e teólogo britânico (m. 1748).

1781 — Luís Joaquim dos Santos Marrocos, arquivista português (m. 1838).

1840 — Édouard-François André, paisagista francês (m. 1911).

1848 — Antônio Pereira da Silva e Oliveira, político brasileiro (m. 1938).

1876 — Maxim Litvinov, líder revolucionário russo (m. 1951).

1891 — Hermann Heller, jurista e teórico político alemão (m. 1933).

1894 — Georges Lemaître, padre, astrônomo e físico belga (m. 1966).

1896 — Werner Marcks, militar alemão (m. 1967).

1905 — Mário Meneghetti, médico e político brasileiro (m. 1969).

1933 — Maria do Carmo Guedes, psicóloga brasileira.

1944 — Ronnie Von, cantor, compositor e apresentador brasileiro e Carlos Alberto Torres (foto abaixo), futebolista e treinador de futebol brasileiro (m. 2016).

1954 — Angela Merkel, política alemã.

1980 — Ana Nóbrega, pastora, cantora, compositora e multi-instrumentista brasileira.

Falecimentos:

855 — Papa Leão IV (n. 805).

924 — Eduardo, o Velho, rei de Wessex (n. 874).

1070 — Balduíno VI da Flandres (n. 1030).

1086 — Canuto IV da Dinamarca (n. 1043).

1790 — Adam Smith, economista e filósofo britânico (n. 1723).

1794 — Teresa de Santo Agostinho, beata carmelita francesa (n. 1752).

1912 — Henri Poincaré, matemático francês (n. 1854).

1918 — Nicolau II da Rússia (n. 1868).

1995 — Juan Manuel Fangio, automobilista argentino (n. 1911) e Ivani Ribeiro, dramaturga brasileira (n. 1922).

2002 — Mário Juruna (foto), líder indígena e político brasileiro (n. 1943).



2015 — Jules Bianchi, automobilista francês (n. 1989).

2016 — Eliakim Araújo, jornalista brasileiro (n. 1941).

2017 — Caio Porfírio Carneiro, escritor e contista brasileiro (n. 1928).

* Corrigido o erro de digitação referente ao IPO da lojas Havan. Originalmente estava milhões. O correto é bilhões, conforme consta agora.

últimas