AJUDA

​Família faz vaquinha virtual para ajudar homem que perdeu pés após explosão em Araçatuba

​Família faz vaquinha virtual para ajudar homem que perdeu pés após explosão em Araçatuba

Marceneiro de 25 anos tentava voltar para casa, quando foi atingido

Marceneiro de 25 anos tentava voltar para casa, quando foi atingido

Publicada há 2 semanas

​Família faz vaquinha virtual para ajudar homem que perdeu pés após explosão em Araçatuba - Divulgação

Clayton precisou ter os dois pés e parte das pernas amputados e perdeu todos os dedos de uma das mãos - Foto: Reprodução

Da Redação/SBT Interior

Prestes a completar 26 anos, o marceneiro Clayton Teixeira Soares ainda tenta entender o que aconteceu na madrugada de segunda-feira (30), quando ele acabou sendo atingido pela explosão de um dos artefatos deixados pelos criminosos durante o mega-assalto no centro de Araçatuba (SP).

Clayton precisou ter os dois pés e parte das pernas amputados e perdeu todos os dedos de uma das mãos após a explosão. Ele permanece internado, mas não corre risco de morrer.

Segundo a família, Clayton tentava voltar para casa pela Rua Duque de Caxias, quando foi atingido pelos explosivos. Imagens circularam nas redes sociais mostrando os ferimentos até a chegada do socorro. Agora, ele precisa de ajuda para continuar a vida.

De acordo com a família, a casa onde ele mora não tem estrutura para abrigá-lo, agora sem os pés. Por isso, ele vai ter que morar com o irmão, que está desempregado. Para tentar ajudar a família neste momento tão difícil, uma vaquinha virtual foi criada.

"​Estamos todos abalados. Não sabemos nem por onde começar, mas Deus deu uma nova vida para ele. Eu já perdi o serviço, mas agora preciso correr atrás para ajudar meu irmão. As pessoas que puderem ajudar, agradecemos muito", disse o irmão de Clayton, Kleber Alberes Soares Teixeira.

"Essa vaquinha destina-se para que ele tenha uma melhor qualidade de vida nesse momento, com às devidas adequações. Com um pouquinho de cada um a união fará a força!", diz o texto publicado. O objetivo é arrecadar R$ 15 mil, mas até agora menos de R$ 2 mil foram doados.

​Clique aqui para ajudar.


Fonte: sbtinterior.com

últimas