JUSTIÇA

No embalo de Lula, STF suspende ação contra Walter Faria; Vanuê quer o mesmo benefício

No embalo de Lula, STF suspende ação contra Walter Faria; Vanuê quer o mesmo benefício

Faria aproveitou decisão que beneficiou o ex-presidente Lula na Lava Jato

Faria aproveitou decisão que beneficiou o ex-presidente Lula na Lava Jato

Publicada há 11 meses

É... A Lava Jato acabou de vez!

Primeiro foi a decretação da anulação das provas decorrentes do acordo de leniência celebrado entre a empreiteira Odebrecht e o Ministério Público Federal, beneficiando o ex-presidente Lula com a suspensão dos processos; agora, como esperado, a anulação favoreceu o dono do Grupo Petrópolis, o empresário fernandopolense Walter Faria.

Faria teve o pedido de extensão dos benefícios da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) atendido pelo ministro Ricardo Lewandowski e duas ações contra ele foram suspensas. Elas eram baseadas nesse mesmo acordo de leniência.

Seguindo idêntica trilha, o empresário Vanuê Antônio da Silva, sobrinho de Walter e ex-membro do Conselho da Administração, impetrou pedido similar no STF e aguarda benefício idêntico.

Relembrando que o Supremo acolheu a tese de que a extinta força-tarefa da Lava Jato utilizou-se de mensagens hackeadas nos processos para obter condenações, as quais foram, posteriormente, consideras ilícitas.

Além de Walter e Vanuê, outros arrolados nos processos impetraram ou certamente impetrarão pedidos idênticos.

Os fernandopolenses foram acusados por envolvimento em esquema de corrupção no âmbito da Operação Lava Jato. Os réus foram acusados por 12 crimes de lavagem de dinheiro, após recebimento, entre 2006 e 2007, de US$ 3.686.869,21 em contas secretas mantidas na Suíça (clique aqui para relembrar).

 

últimas