ACIDENTE

Médico da região é um dos sobreviventes de barco-hotel que naufragou no Pantanal

Médico da região é um dos sobreviventes de barco-hotel que naufragou no Pantanal

Geovanne Furtado Souza foi resgatado ileso; o pai, tio, o sobrinho e o cunhado do urologista não conseguiram sair a tempo e morreram

Geovanne Furtado Souza foi resgatado ileso; o pai, tio, o sobrinho e o cunhado do urologista não conseguiram sair a tempo e morreram

Publicada há 9 meses

Da Redação 

Um médico urologista de São José do Rio Preto (SP) está entre as pessoas que sobreviveram após um barco-hotel naufragar no rio Paraguai, em Corumbá (MS), na tarde da última sexta-feira (15).

Geovanne Furtado Souza foi resgatado ileso. Porém, o pai, tio, o sobrinho e o cunhado do urologista não conseguiram sair a tempo e morreram.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 21 pessoas estavam no barco-hotel – 12 turistas e nove tripulantes. Seis corpos foram encontrados e 14 pessoas resgatadas com vida.

Equipes da corporação e da Marinha continuam fazendo buscas na manhã deste sábado (16). Pelo menos 12 mergulhadores e especialistas foram enviados de Campo Grande para a região.

No momento do acidente, os ventos chegaram a 45 km/h. A embarcação foi surpreendida pelo vendaval e afundou em trecho do rio Paraguai, a cerca de 10 km de Corumbá.

A maioria dos passageiros é da cidade de Rio Verde (GO), incluindo os quatro parentes do médico que morreram.

Geovanne Furtado Souza é cirurgião urologista e professor de medicina. Ele mora em Rio Preto, mas viajou para participar de uma pescaria com familiares no Mato Grosso do Sul.

Equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros buscam no rio Paraguai os dois desaparecidos no naufrágio do barco-hotel nesta sexta-feira, em Corumbá — Foto: Caio Tumeleiro/TV Morena



últimas