ACIDENTE

Sociedade de Medicina emite nota de pesar sobre tragédia no Pantanal

Sociedade de Medicina emite nota de pesar sobre tragédia no Pantanal

Médico de Rio Preto estava no barco, ele perdeu pai, tio, sobrinho e cunhado na tragédia

Médico de Rio Preto estava no barco, ele perdeu pai, tio, sobrinho e cunhado na tragédia

Publicada há 9 meses

Da Redação

A Diretoria da Associação Paulista de Medicina (APM) – Regional de Rio Preto / Sociedade de Medicina e Cirurgia emitiu uma nota de pesar sobre a tragédia no Pantanal envolvendo familiares do médico rio-pretense Geovanne Furtado. O médico, urologista, que faz parte da diretoria da APM, perdeu o pai, um tio, um sobrinho e o cunhado no acidente.

Nota de pesar

A Diretoria da Associação Paulista de Medicina (APM) – Regional de Rio Preto / Sociedade de Medicina e Cirurgiavem demonstrar sua consternação pelas perdas do pai, tio, sobrinho e cunhado do nosso colega Dr. Geovanne Furtado de Souza, em trágico acidente com barco, na noite desta sexta-feira. 

A Diretoria da APM, médico e familiares manifestam seu pesar ao Dr. Geovanne e seus familiares pelo falecimento de seu pai, Sr. Geraldo Alves de Souza, tio, Olímpio Alves de Souza, sobrinho, Thiago Souza Gomes, cunhado, Fernando Gomes de Oliveira, e o amigo, Fernando Rodrigues Leão.

Ao Dr. Geovanne e sua família, nosso conforto e orações.

O acidente

Um barco-hotel que navegava pelo Rio Paraguai, na altura da cidade de Corumbá (MS), no Pantanal, naufragou ontem (15), durante um vendaval deixando mortos e desaparecidos.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso do Sul (CBMMS), sete pessoas ficaram submersas após o naufrágio. O Corpo de Bombeiros encontrou seis corpos de pessoas que estavam na embarcação.

A sétima vítima ainda está sendo procurada pelas equipes do Corpo de Bombeiros que foram deslocadas ao local onde ocorreu a tragédia. De acordo com a corporação, havia 21 pessoas a bordo do barco-hotel.

Conforme a corporação, as águas turvas do rio, a forte correnteza e as características peculiares do barco-hotel, com labirintos e locais de difícil acesso são elementos que tornam mais complexas as buscas.

As equipes do Corpo de Bombeiros continuarão as buscas pelos próximos dias.

últimas