MURO CONSTRUÍDO

Ação social transforma sonho da casa própria em realidade à família fernandopolense

Ação social transforma sonho da casa própria em realidade à família fernandopolense

Os pais de Gabriel, 14 anos, não se sentiam seguros em se mudarem para a residência nova, no Fernandópolis I, tendo em vista que o filho requer cuidados especiais

Os pais de Gabriel, 14 anos, não se sentiam seguros em se mudarem para a residência nova, no Fernandópolis I, tendo em vista que o filho requer cuidados especiais

Publicada há 2 meses

Breno Guarnieri

O sonho da casa própria foi alcançado pela família de Gabriel, 14 anos, após campanha de arrecadação de recursos para a construção do muro da residência, situada no Residencial Fernandópolis I, atingir a meta.

A ação social foi realizada pela empresária Cleide Filetti junto com o Cangaço Moto Grupo e teve início há um mês e, com a ajuda da população, a obra chegou ao fim no último sábado, dia 6, quando a família se mudou para a nova residência.

Gabriel, que é aluno da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), morava de aluguel com a família em uma residência, localizada no Jardim Progresso, zona leste de Fernandópolis. Os pais de Gabriel não se sentiam seguros em se mudarem para a residência nova, tendo em vista que o filho requer cuidados especiais. A família foi uma das beneficiadas no empreendimento popular Fernandópolis I e, com a obra finalizada, se mudou para o local.

Família feliz!

À reportagem de O Extra.net, Cleide Filetti destacou que, além da construção do muro, também foi feito, no local, o piso do quintal. “Eles (família) estão felizes. Contamos com a ajuda de várias pessoas que se sensibilizaram com a história de Gabriel. Foi uma campanha linda, que contou com o apoio de amigos, familiares e vizinhos. No total foram arrecadados R$ 12 mil”.

A empresária ainda salientou: “o objetivo principal era construir o muro e dar segurança à família, mas percebemos a necessidade de ‘concretar’ o quintal (era de terra) e instalar o portão. Eu fiz uma rifa com 150 números e com a ajuda da população conseguimos atingir a meta”, finalizou Cleide.

A obra chegou ao fim no último sábado, dia 6, quando a família se mudou para a nova residência 



últimas