PANDEMIA

Doria pede novo parecer do Comitê Científico sobre uso de máscaras, após confirmação da Ômicron em SP

Doria pede novo parecer do Comitê Científico sobre uso de máscaras, após confirmação da Ômicron em SP

Parecer da equipe deve ficar pronto na próxima semana, após reunião do grupo formado por médicos

Parecer da equipe deve ficar pronto na próxima semana, após reunião do grupo formado por médicos

Publicada há 1 mês

Doria pede novo parecer do Comitê Científico sobre uso de máscaras, após  Ômicron em SP

No último dia 24, o governo anunciou a flexibilização do uso de máscaras em áreas abertas, a partir de 11/12 - Foto: Reprodução

Da Redação

O Governador de São Paulo, João Doria, solicitou ao Comitê Científico do Governo do Estado uma nova avaliação sobre a necessidade do uso de máscaras em ambientes abertos, após a confirmação de dois casos em São Paulo (um casal vindo da África) com a variante Ômicron do coronavírus. O parecer deve ficar pronto na próxima semana, após reunião do grupo formado por médicos. No último dia 24, o Governo de São Paulo anunciou a flexibilização do uso de máscaras em áreas abertas, a partir de 11 de dezembro.

“O nosso parâmetro sempre foi o cenário epidemiológico em São Paulo. E, por isso, precisamos saber o impacto da nova variante com a flexibilização do uso de máscaras em espaços abertos. É necessário ter cautela e avaliar esse novo elemento. O nosso compromisso é com a saúde da população”, disse Doria.

A flexibilização do uso de máscaras em espaços abertos foi anunciada após orientação do Comitê Científico do Estado e em dados positivos de avanço da vacinação e do cenário epidemiológico. O uso das máscaras continuará obrigatório em ambientes fechados e no transporte público.

O Estado de São Paulo tem hoje 75,8% da população com esquema vacinal completo, ou seja, com duas doses do imunizante do Butantan/Coronavac, da Fiocruz/Astrazeneca/Oxford e Pfizer/BioNTech, além da dose única da Janssen. Se considerada apenas a população adulta, SP tem hoje cerca de 93,7% das pessoas vacinadas.

últimas