NOVO LÁZARO

Matou a mulher grávida, enteada e fazendeiro: mais um foragido em GO

Matou a mulher grávida, enteada e fazendeiro: mais um foragido em GO

A Polícia Civil investiga o motivo dos crimes

A Polícia Civil investiga o motivo dos crimes

Publicada há 1 mês

Wanderson foi apelidado de “Novo Lázaro” por conta das semelhanças com o caso de Lázaro Barbosa, morto após cometer diversos assassinatos e motivar a maior perseguição policial da história de Goiás no mês de junho deste ano: buscas duraram 20 dias 

Da Redação

O caseiro Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, está sendo procurado pelas polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal (PRF). Apelidado de “Novo Lázaro”, o suspeito teria cometido três homicídios no último dia 28 e desde então está foragido. As informações são do G1 e do jornal O Globo.

Ele é acusado de matar Ranieri Aranha Figueiró, de 19 anos, que estava grávida, a enteada, Geysa Aranha, de 2 anos e nove meses, e o fazendeiro Roberto Clemente de Matos, de 73 anos. Wanderson também teria tentado estuprar a mulher de Roberto, que foi baleada no ombro, fingiu-se de morta e depois pediu ajuda para vizinhos.

Conforme a Polícia Militar, Ranieri e Geysa foram mortas a facadas. Já Roberto Clemente foi morto com um tiro na cabeça. Após o crime, o caseiro roubou a caminhonete Chevrolet S10 do fazendeiro. No meio do caminho, ele se acidentou e abandonou o veículo.

Segundo o delegado Tibério Martins, que investiga o caso, Wanderson fugiu em direção a Alexânia (GO). A Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO) montou uma força-tarefa com 50 agentes para monitorar as áreas rurais da cidade.

A Polícia Civil ainda investiga o motivo dos crimes.


Fonte: Isto É

últimas