POLÍTICA

A pior rodovia do Brasil é da região. E do ‘mesmo dono’ da melhor!

A pior rodovia do Brasil é da região. E do ‘mesmo dono’ da melhor!

Veja também: Deputado 'da região' lidera ranking do Orçamento Secreto

Veja também: Deputado 'da região' lidera ranking do Orçamento Secreto

Publicada há 7 meses

A pior rodovia do Brasil é da região. E do ‘mesmo dono’ da melhor!

Manifestantes expõem a degradação de uma das principais rodovias paulista, que interliga 3 estados. Montagem: Jornal O Extra.net/Facebook

Preparem os rojões (sem estampidos, é claro), os palanques, microfones e discursos imbecilizados. Afinal, a região tem mais um título a comemorar, daqueles que enaltece e orgulha qualquer cidadão: pesquisa feita pela Confederação Nacional das Redes Sociais (CNRS)*, com moradores do noroeste paulista elegeu a Rodovia Percy Waldir Semeghini como a pior do Brasil.

O levantamento quantificou a opinião prevalecente de milhares de participantes, residentes nos municípios de Fernandópolis, Guarani D´Oeste, Ouroeste, Indiaporã e Iturama (cortados pelo belo traçado da via). Ainda foram entrevistados, proporcionalmente à representatividade populacional, motoristas e passageiros que se deslocam rumo à fronteira com Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e também das usinas de Água Vermelha (hidrelétrica) e da Solar de Ouroeste.

Dentre as principais ‘virtudes’ existentes nos seus 53 quilômetros de extensão apontadas pelos respondentes estão as belas e abundantes piscinas abertas ao público, com as mais variadas dimensões e profundidades, que têm recebido a ‘visita’ de inúmeros motoristas e feito a alegria de borracheiros e mecânicos, bem como a magnifica sinalização de solo, tão eficiente que é avistada até pelos astronautas da Estação Espacial Internacional situada à 408 quilômetros de altura, na órbita terrestre.

Interessante que a ‘pior rodovia do Brasil’ tem o mesmo ‘dono’ que a recentemente eleita como a melhor (a Rodovia Euclides da Cunha-SP-320): o governo do Estado de São Paulo, cujos últimos mandatários prometeram recapeá-la, na totalidade (Geraldo Alckmin em 2018 e João Doria neste ano). Inclusive, ambas se cruzam na altura do trevo de Água Vermelha, na saída de Fernandópolis.

Segundo o Departamento Estadual de Rodagens (DER), serão investidos R$ 64,3 milhões nessa obra, sendo que a licitação está em andamento e a previsão de início é para janeiro próximo.

Na melhor das hipóteses, em tudo isso dando certo, ainda chega tarde. Muito tarde!**

* Óbvio que tal confederação é, similarmente a palavras de alguns políticos, inexistente (ou de resultados parcos, atrasados e com consequências desastrosas). Também é indubitável que tal pesquisa não existiu (oficialmente) e que este texto é uma singela paródia da trafegabilidade da SP-543.

** Quiçá durante este período festivo nenhuma tragédia automobilística, decorrente da influência direta ou indireta da precabilidade desta via, seja registrada e muito menos que qualquer vida seja desperdiçada até a conclusão da prometida obra.

Deputado 'da região' lidera ranking do Orçamento Secreto

Os deputados federais Motta, Pinato, Zuliani e Pereira. Arte: Jornal O Extra.net

Quem diria... O deputado Marcos Pereira (Republicano), bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus e com forte atuação regional, é, segundo publicação do Diário da Região de Rio Preto, o deputado federal com maior montante destinado às bases eleitorais através do polêmico Orçamento Secreto. Ele teria movimentado um total de R$ 7,5 milhões no esquema que beneficiou 290 parlamentares.

Os demais representantes da região ou não foram contemplados ou tiveram repasses mínimos.

Os rio-pretenses Geninho Zuliani (DEM) e Luiz Carlos Motta (PL) não aparecem na lista e o fernandopolense com apenas R$ 600 mil de verbas aprovadas. 

Ressalte-se que essa primeira listagem contempla apenas os valores empenhados em 2020 e parte de 2021 e totaliza R$ 3,2 bilhões de um total estimado de R$ 36 bilhões que compuseram as emendas de relator e, portanto, o rol dos beneficiados (ou não) podem sofrer alterações. Eles somente serão conhecidos integralmente em março de 2022, quando a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), pela transparência total, por plenamente cumprida.

'Concílio de Tetro' quebrado?

Vereador João Pedro: futuro presidente do Legislativo fernandopolense? Foto: Divulgação/C.M.Fernandópolis

Ao que parece, o concílio formado por um grupo de edis fernandopolenses e que resultou, dentre outras consequências, na condução de Gustavo Pinato (DEM) à presidência do Legislativo, ‘quebrou’ antes de produzir a totalidade dos resultados planejados.

A parte da combinação original, que estipulava a consagração de João Pedro (PSDB) à presidência no segundo biênio corre sérios riscos de ‘virar balão’. A motivação seria ‘a picada da mosca azul’ em ao menos quatro dos atuais edis, todos debutantes: Julinho Barbeiro (PP), Pastorzão Claudenilson (PSC), Jeferson da FEF (DEM) e João Garcia Filho (PTB).

Isso sem contar outro ‘oculto’ e que se decidir mesmo concorrer ao cargo já nasce como favoritaço.

Aguardemos, mas, novamente, a ambição de João Pedro corre riscos de se tornar utopia. 

Dois juízes da mesma comarca?

Complicada a situação no fórum de Araçatuba. Um dos juízes foi afastado nesta semana acusado de reiteradas faltas ao trabalho, principalmente nas quintas e sextas-feiras, além de delegar atribuições suas aos servidores; outro está sendo investigado, suspeito de violência doméstica contra a esposa conforme Boletim de Ocorrência registrado.

Covid? Agora só em Rio Preto

Por determinação da divisão regional do Departamento de Saúde, as Santas Casas de Fernandópolis, Jales e Votuporanga desativaram seus leitos e unidades de terapia intensivas destinadas ao tratamento de pacientes com Covid-19. Socorro, agora, somente no Hospital de Base de Rio Preto. Agora somente o tratamento ambulatorial. Inacreditável!

E por falar nela...

Dimensionando, bem parcialmente, os lucros auferidos pelo setor de Saúde durante a pandemia, saiu um dado inspirador: a Unimed de Rio Preto teve um acréscimo de 48.758 novos clientes entre março de 2020 e novembro de 2021. Comparativamente, o número é praticamente igual a todo os moradores de Jales: 49.201 pessoas. 

E falando em Jales...

O ex-prefeito Flá Prandi (DEM) mais uma derrota jurídica com a confirmação, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP) da rejeição de suas contas relativas a 2018. Ele havia recorrido contra a decisão de reprovação inicial, mas perdeu novamente, desta vez por 4 votos a 3. Rememorando, suas contas relativas a 2019 também receberam a mesma chancela dos conselheiros.

Liberação dos cassinos: Água Viva de olho

E a votação do Projeto de Lei 442/91, que legaliza os jogos no Brasil, inclusive os cassinos, sofreu nova derrocada e agora somente irá ocorrer em fevereiro de 2022. A ala ideológica bolsonarista, principalmente os evangélicos, são contra o projeto que tem o apoio de setores econômicos do atual governo. Por aqui, o Água Viva Termas Clube de Fernandópolis tem interesse, mas, pela configuração atual, somente em cidades classificadas como instâncias turísticas, seria liberado (Olímpia, por exemplo).

E falando nisso (novamente)...

Ao menos os cerca de 50 ex-funcionários da massa falida do Água Viva passarão um final de ano melhor. Eles receberam recentemente uma parte dos direitos trabalhistas, resultante do pagamento dos R$ 6,1 milhões da arrematação do clube por parte do empresário Luis Antônio Rodrigues ocorrida em 2019. O valor individual variou de R$ 30 mil a R$ 60 mil. 

últimas