MEIO AMBIENTE

Pescador é multado pela Polícia Ambiental entre Mira Estrela e Fernandópolis

Pescador é multado pela Polícia Ambiental entre Mira Estrela e Fernandópolis

Ele foi multado em mais de R$ 2 mil por utilizar petrecho não permitido

Ele foi multado em mais de R$ 2 mil por utilizar petrecho não permitido

Publicada há 5 meses

O pescador escondia uma rede de emalhar na beira do rio - Foto: Reprodução

Da Redação

Na última terça-feira, 12, durante policiamento ambiental rural, pela Rodovia Vicinal Claudio Ribeiro, que interliga Mira Estrela a prainha daquele município, uma equipe da policia ambiental abordou um homem que conduzia uma bicicleta e na na garupa havia uma caixa e dentro um covo com pescado, que após ser pesado, totalizou 8,940 kg de peixes das espécies porquinho, melosa e tucunaré.

Ao ser indagado onde e de que forma havia conseguido tamanha quantidade de peixe, informou que estava pescando com uma vara de bambu nas margens do Córrego Taquari, nos fundos de um sítio.

Como não portava vara de bambu, foi questionado novamente e admitiu ser pescador amador e que utilizava de uma rede de emalhar para capturar o pescado e a deixava escondida próximo ao rio.

Ele indicou o local e foi localizada uma rede de emalhar, medindo 50 mts de comprimento por 1,50 mts de altura, malha 80mm que era utilizada pelo pescador na forma de arrasto.

Foi lavrado o Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 2.357,60 Por pescar mediante petrecho não permitido, majorado por ser período noturno.

A rede foi apreendida e depositada na sede da Policia Ambiental de Fernandópolis e os 8.940 Kg de pescado serão doados para uma entidade filantrópica.

Pescador escondia rede na beira do rio

últimas