AGRO

Em três anos, Desenvolve SP desembolsa R$ 319,2 milhões em linhas de crédito que beneficiam o agronegócio

Em três anos, Desenvolve SP desembolsa R$ 319,2 milhões em linhas de crédito que beneficiam o agronegócio

Valores compreendem as linhas da agência, Programa de Apoio ao Setor Avícola (Proavi) e o Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap)

Valores compreendem as linhas da agência, Programa de Apoio ao Setor Avícola (Proavi) e o Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap)

Publicada há 2 meses

Página inicial - Desenvolve SP

Da Redação

A agência de fomento paulista Desenvolve SP atua ativamente para auxiliar empreendedores do setor do agronegócio de todo o estado de São Paulo. O agronegócio foi um dos setores que segurou a economia brasileira no auge da pandemia. Desde 2019 até março deste ano, foram desembolsados pela agência de fomento R$ 319,2 milhões em linhas de crédito que beneficiam toda a cadeia do agronegócio, incluindo capital de giro e financiamento para projetos de investimento, modernização e ampliação.

"O interior paulista tem uma vocação muito grande para o agronegócio, um setor que é fundamental para a economia do estado e do país. Vamos trabalhar para ampliar ainda mais os desembolsos para proporcionar ao agronegócio de São Paulo totais condições de expandir, gerando emprego e renda para a nossa população", afirmou o presidente do Desenvolve SP, Sergio Gusmão Suchodolski.

Do total desembolsado pelo Desenvolve SP nos últimos três anos, R$ 8 milhões foram através das linhas de crédito do Desenvolve SP, R$ 145,9 milhões pelo Programa de Apoio ao Setor Avícola (Proavi) e R$ 164,7 milhões por meio do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap).

O Proavi oferece linhas de crédito para empresas do setor avícola por meio de operações de crédito para capital de giro, com garantia dos créditos acumulados do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O programa beneficia empresas diretamente do agronegócio, além de indústrias que atuam no setor.

O Feap, por sua vez, é um fundo do governo do estado de São Paulo, executado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento e gerido pelo Desenvolve SP. O fundo fortalece e apoia o desenvolvimento dos produtores rurais, pescadores artesanais, cooperativas e associações em todo o Estado por meio de linhas de crédito para diversas atividades agropecuárias, subvenção do prêmio de seguro rural e de taxas de juros.

Desenvolve SP supera os R$ 2 bilhões na pandemia

O Desenvolve SP ultrapassou a barreira de R$ 2 bilhões em financiamentos a empresas e municípios paulistas durante a pandemia. Do início de 2020 a março deste ano, a instituição financiou R$ 2,03 bilhões para empresas e municípios do estado de São Paulo. Somente no primeiro trimestre do ano, foram aportados pela agência de fomento R$ 182,4 milhões.

O setor de serviços lidera o volume de financiamentos do Desenvolve SP no período, com um total de R$ 798,4 milhões. A seguir aparece a indústria, que recebeu montante de R$ 606,1 milhões. Depois estão os setores do comércio (R$ 370,5 milhões), administração pública (R$ 220,7 milhões) e agronegócio (R$ 8,1 milhões).

A maior parte dos recursos foi utilizada para capital de giro, que totalizou R$ 1,235 bilhão. Isto é, foram utilizados para manter os negócios em funcionamento, preservando empregos e a renda de milhares de famílias. Outros R$ 735,5 milhões tiveram como destino projetos de investimento, e R$ 32,4 milhões foram aportados para a aquisição de máquinas e equipamentos.

últimas