CELEBRIDADES

Conselho de enfermagem vai apurar denúncia de Klara Castanho sobre vazamento

Conselho de enfermagem vai apurar denúncia de Klara Castanho sobre vazamento

Entidade tomou conhecimento da exposição da violência contra a atriz

Entidade tomou conhecimento da exposição da violência contra a atriz

Publicada há 1 mês

A atriz Klara Castanho, embaixadora da Unicef no projeto 'Acabar com o bullying é da minha conta'

Klara revelou neste sábado (25) que foi vítima de um estupro - Foto: Reprodução

Da Redação/F5

O Coren-SP (Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo) declarou em nota publicada em seu site neste domingo (26) que irá apurar a possível infração ética praticada por uma profissional de enfermagem que teria vazado as informações referentes à atriz Klara Castanho, 21.

Klara revelou neste sábado (25) que foi vítima de um estupro e manteve a gestação, entregando a criança para adoção após o nascimento. A atriz relatou que, ainda sob o efeito da anestesia do parto, uma enfermeira a ameaçou com o vazamento da sua situação.

"No dia em que a criança nasceu, eu, ainda anestesiada do pós-parto, fui abordada por uma enfermeira que estava na sala de cirurgia. Ela fez perguntas e ameaçou: 'Imagina se tal colunista descobre essa história'. Eu estava dentro de um hospital, um lugar que era para supostamente para me acolher e proteger", escreveu Klara em seu Instagram.

Leia a íntegra da nota publicada no site da instituição:

"O Coren-SP, assim como a sociedade brasileira, tomou ciência neste final de semana da situação exposta por atriz, que menciona, em uma carta aberta, ter sido alvo de ameaça de uma enfermeira e a seguinte confirmação por colunista da imprensa a respeito de informações sobre a entrega para adoção de um bebê fruto de um estupro.

Compete ao Coren-SP apurar as situações em que haja infração ética praticada por profissional de enfermagem e adotar as medidas previstas no Código de Processo Ético dos Conselhos de Enfermagem (Resolução Cofen nº 370/2010).

Nesse sentido, o conselho seguirá os ritos e adotará os procedimentos necessários para a devida investigação, como ocorre em toda denúncia sobre o exercício profissional. Assim, o Coren-SP ressalta a cautela necessária sejam tomadas as medidas corretas para a apuração dos fatos.

O conselho manifesta sua solidariedade à atriz e reafirma seu compromisso cotidiano com a ética profissional da enfermagem e com a segurança da assistência prestada pela categoria. Tão logo venha a dispor das informações necessárias para a investigação, o Coren-SP reforça que todos os procedimentos para apuração serão devidamente realizados."


Fonte: f5.folha.uol.com.br

últimas