SAÚDE

Programa ‘Melhor em Casa’ é um dos destaques da Secretaria da Saúde de Fernandópolis

Programa ‘Melhor em Casa’ é um dos destaques da Secretaria da Saúde de Fernandópolis

Equipe multiprofissional atua nos domicílios dos pacientes

Equipe multiprofissional atua nos domicílios dos pacientes

Publicada há 1 mês

Visita dos profissionais do “Melhor em Casa” ao prefeito. Foto: Secom de Fernandópolis

Da Redação

O serviço de atenção domiciliar tem avançado gradativamente ao longo dos anos. Mundialmente gestores e técnicos da área de saúde reconhecem que o ato de levar equipes multiprofissionais à casa das pessoas que necessitam de assistência, insumos e equipamentos, pode fazer com que os pacientes fiquem menos tempo internados, contribuindo significativamente para redução do risco de infecção hospitalar, além de promover um contato mais próximo com a família no aconchego do seu lar, fator relevante para recuperação do paciente que se sente “acolhido”.

Em Fernandópolis, o programa “Melhor em Casa”, desenvolvido por meio de uma parceria da Prefeitura de Fernandópolis com Ministério da Saúde, conta com um grupo formado por diversos profissionais, sendo médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos que realizam visitas domiciliares. 

Para o paciente ser atendimento pelo “Melhor em Casa” é preciso que a unidade de Saúde, UPA ou hospitais enviam para os profissionais do Programa um guia de referência para que seja dada sequência aos cuidados após a alta hospitalar. 

 A equipe de multiprofissionais acompanhada e realiza os cuidados de saúde apropriados dento do ambiente domiciliar para pessoas com necessidade de reabilitação motora, idosos, pacientes crônicos sem agravamento ou em situação pós-cirúrgica.

“Desde a implantação do ‘Melhor em Casa’ estamos tendo uma grande demanda de atendimentos e já podemos avaliar os resultados positivos em cada caso atendido, bem como nos cuidados dispensados pelos seus familiares’, comentou a coordenadora Adriana Gomes.

Para o secretário municipal de Saúde, Ivan Veronesi essa é mais uma importante conquista para a saúde pública municipal. “Poder dar esse acompanhamento após a alta hospitalar contribui muito para uma melhor recuperação do paciente. Temos uma equipe de grandes profissionais envolvida nesse projeto”, disse.  

O prefeito André Pessuto recebeu os profissionais em seu gabinete e parabenizou a todos. “Ter o acompanhamento adequado contribui muito para que o paciente se recupere bem e de maneira correta. Dados recentes da Saúde mostram que vocês estão desenvolvendo muito bem esse trabalho”, falou.  

O QUE É O PROGRAMA MELHOR EM CASA?

O Melhor em Casa é um programa criado pelo Governo Federal e tem como objetivo ampliar o atendimento domiciliar do Sistema Único de Saúde (SUS).

O programa tem como proposta formar equipes multiprofissionais de atenção domiciliar “EMAD”, constituídas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas. Outros profissionais poderão ser agregados às equipes multiprofissionais de apoio “ EMAP”, a saber: (assistente social, fonoaudióloga, nutricionista, odontólogo, psicólogo, farmacêutico e terapeuta ocupacional).

Serviços:

A atenção domiciliar consiste numa modalidade de atenção à saúde substitutiva ou complementar às já existentes, caracterizada por um conjunto de ações de promoção à saúde, prevenção e tratamento de doenças e reabilitação prestadas em domicílio, com garantia de continuidade de cuidados e integrada às redes de atenção à saúde.

Os critérios de inclusão nas modalidades de Atenção Domiciliar deverão seguir a Portaria nº 963 de 27/05/2013 do Melhor em Casa e distribuição territorial das equipes do município.

 Fonte: Secom de Fernandópolis



últimas