terça, 23 de janeiro de 2018
área do assinante
31/05/2016 11:15

HC de Barretos anuncia fechamento da unidade de Fernandópolis

Por Jorge Pontes


Fernandópolis amanheceu com mais uma noticia chocante. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital do Câncer de Barretos, anunciou o fechamento da unidade de Fernandópolis.


 Como o comunicado é bastante sucinto e paupérrimo de informações, não é possível saber se a citação de “fechamento” se trata de uma suspensão temporária ou a cessão permanente do hospital, inaugurado em dezembro de 2012.
 A assessoria de imprensa se limitou a convidar a imprensa para uma coletiva de imprensa com o diretor geral do HC de Barretos, Henrique Prata, que anunciará o fechamento da unidade de Fernandópolis.


 A reportagem de “O Extra.net” entrou em contato com a assessoria de imprensa da unidade de Jales que confirmou a coletiva e se limitou a dar mais detalhes sobre o assunto.
 Em contato com o ex-diretor da unidade de Fernandópolis, Leonardo Crociari, exonerado em dezembro do ano passado, o mesmo confirmou rumores sobre a insatisfação da administração do hospital em relação à unidade do hospital em Fernandópolis. “Eu estive lá por pouco mais dois anos e lutei muito pela cidade. No entanto, Fernandópolis sempre foi meio esquecida. O dono do hospital vinha para Jales, mas não vinha a unidade. Eu sai em dezembro e batíamos todas as metas. Já em janeiro e fevereiro não bateu. Escutávamos rumores sobre estarem descontentes, mas não sabemos se pode ser uma suspensão temporária pelo fato das verbas não estarem chegando”, contou Leonardo Crociari.


O Extra.net traz mais detalhes na edição impressa desta quarta-feira, dia 1º, e a cobertura completa da coletiva de imprensa com Henrique Prata, marcada para às 11h30, na unidade do hospital do Câncer de Fernandópolis.




A UNIDADE DE FERNANDÓPOLIS JULIA MARZOLA FARIA


A unidade de Fernandópolis tem capacidade para atender 95 municípios e realizar, primeiramente, exames preventivos de mama. Em sua segunda etapa do projeto de expansão, o prédio está passando por transformações para atender também pacientes de prevenção das seguintes áreas: Colo de Útero, Pele , Próstata e Boca.

O prédio tem 3.500 m2 de área construída, conta com salas para exames, consultórios, centro cirúrgico para pequenas cirurgias e biópsias, além de equipamentos como mamógrafo digital, ultrassom, mesa de estereotaxia e sala cirúrgica. A capacidade de atendimento do centro é 40 mamografias, 35 ultrassons por dia e 20 biópsias por semana.


A unidade capta mensalmente uma média de 3.700 exames de Mamografia realizados pelas Unidades Móveis Ivete Sangalo (2 mamógrafos analógicos) e Avon (2 mamógrafos digitais) atendendo toda a região de São José do Rio Preto e Araçatuba.