domingo, 19 de novembro de 2017
área do assinante
10/07/2017 10:10
Edição 3083

Renault Duster ganha câmbio CVT e custa R$ 73 mil


Com bom volume de vendas apesar do antiquado câmbio automático de 4 marchas, o Duster ganha um enorme fôlego que deve multiplicar seus números. Agora o Duster 1.6 já esta sendo comercializado com câmbio Xtronic CVT que, segundo a Renault, gera 30% menos atrito que transmissões da concorrência, além de ser 13% mais leve e 10% menor. É o mesmo câmbio que equipa a Captur e o Nissan Kicks. Ele custa R$ 73.490 na versão de entrada, a Expression, e R$ 78.990 no acabamento topo de gama, o Dynamique. Estranhamente Duster equipado com motor 2.0, que sai por R$ 85.070 com o velho câmbio AL4 de apenas 4 marchas. O novo câmbio chega acompanhado de controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa – recursos até então inéditos no modelo -, além de ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas, alarme, banco com regulagem de altura, CD Player com USB e Bluetooth e rodas de alumínio. Com a nova opção de transmissão o Renault Duster passa a ter duas opções de motor (1.6 e 2.0), três opções de câmbio (manual, CVT e automático) e duas opções de tração (4×2 e 4×4).