quarta, 13 de dezembro de 2017
área do assinante
03/08/2017 16:58

Nina, da ‘A Praça é Nossa’, é atração desta sexta-feira, no Teatro Municipal

Marlei Cevada é uma das mais conceituadas atrizes do SBT

SECOM 


A noite desta sexta-feira, 04, será de muita diversão e humor no Teatro Municipal de Fernandópolis que recebe a visita da atriz Marlei Cevada, intérprete dos personagens Nina e Sangue, que estão entre as maiores atrações da ‘A Praça é Nossa’ – humorístico do SBT.


O espetáculo consiste em um show e Stand-Up, “Nina Num Show Nada A Ver”. A artista interpretará a doméstica Marley, além da garotinha Nina e do descolado Sangue, símbolos do programa comandado por Carlos Alberto de Nóbrega.

Os ingressos ‘delivery’ estão a venda  através do número (17) 99629-2697, com valor promocional até as 15h desta sexta-feira. Mais informações na Secretaria Municipal de Cultura, que fica anexa ao Centro Cultural ‘Merciol Viscardi’.


SOBRE A HUMORISTA 

Marlei Cevada iniciou a carreira em 1989. Em 2010 conquistou o público no humorístico A Praça é Nossa com a garotinha ‘Nina’ e, atualmente, ‘Sangue’, outro personagem da atriz, que também ganhou seu lugar no banco da Praça. A atriz é formada pela Escola de Teatro e TV Incenna e lançou em 2015 seu primeiro CD infantil, “Vem dançar com a Nina”. Marlei Cevada, além da A Praça é Nossa, também participa de outros projetos no teatro, TV e internet.


OS PERSONAGENS 

NINA - Uma garotinha muito esperta de 6 anos que vive ligada no mundo dos adultos. Curiosa e com sua inocência, ela faz perguntas e comentários que deixam qualquer um de calça curta. Contrariada ela já lança um “Nadaverrr”.


SANGUE - É um ex-detento que foi preso por roubar biscoitos de maisena. Hoje solto, ele se acha malandro e por onde passa se diverte com as experiências mais erradas. Louco e sem linha de raciocínio ele segue a vida na zuera apanhando da mãe, mas sempre sorrindo.


MARLEY - Uma diarista boca solta que tem uma paixão secreta pelo patrão. Chegada num drinque, toda vez que bebe, lava roupa suja pra geral, mas não a dela, a da patroa.