sexta, 20 de outubro de 2017
área do assinante
11/08/2017 09:05
Edição 3107

Vereadora quer saber real motivo da suspensão do atendimento pelo Iamspe

Assessoria Câmara de Fernandópolis 


A vereadora Maiza Rio requereu da diretoria da Santa Casa de Fernandópolis informações para saber o real motivo que levou a interrupção do atendimento do hospital aos usuários do Iamspe.


Segundo a vereadora, cerca de 3,8 mil servidores públicos estaduais são credenciados ao Iamspe em Fernandópolis. “Conversei com o prefeito André, e ele me informou que já foi atrás da solução do problema. Queria uma melhoria e ampliação dos atendimentos em nossa cidade, pois em alguns municípios como Jales e Votuporanga, o Iamspe possui até mesmo escritório enquanto aqui suspendeu o atendimento”, destacou.


Maiza ainda lembrou que um edital foi aberto pelo Iamspe para que a Santa Casa de Fernandópolis realizasse o recredenciamento para retomada dos atendimentos, mas que não deu certo. “Alguns me informaram que a Santa Casa perdeu o prazo, outras já me informaram que a mesma não possui a documentação necessária ‘certidões negativas’, o que quero saber através deste requerimento é qual o real motivo para a interrupção e não recredenciamento da Santa Casa junto ao Iamspe”, acrescentou.


A vereadora questionou ainda quais as medidas que devem ser tomadas para se solucionar o problema de quase 4 mil conveniados que atualmente estão tendo que se deslocar para cidades vizinhas para receber atendimento junto a médicos conveniados ao Iamspe e também para realização de exames. “Temos também que saber se existe uma previsão para que o problema seja solucionado”, finalizou.


Vereadora questionou, em requerimento, quais as medidas que devem ser tomadas para se solucionar o problema